Connecting companies and creating business

Notícias

A formação das lavouras da safra 2017/18 está muito atrasada e registra apenas 6% de superfície semeada

Data da publicação: 09/10/2017

A formação das lavouras da safra 2017/18 está muito atrasada e registra apenas 6% de superfície semeada

 

O clima e a séria crise nos preços – que acarreta também dificuldades de crédito – já faz estragos na lavoura de arroz do Rio Grande do Sul. A formação das lavouras da safra 2017/18 está muito atrasada e registra apenas 6% de superfície semeada (64 mil hectares) diante da expectativa inicial de que o estado plantará 1,078 milhão de hectares. Há um ano, 36% de uma área de 1,121 milhão estava plantada, o equivalente a 404 mil hectares. A situação é preocupante e o atraso deverá implicar em queda da produtividade. O estado representa 72% da produção nacional de arroz.

 

 

Dentro do normal

A região de Santa Cruz do Sul (Depressão Central) tradicionalmente planta mais tarde para escapar das enchentes de setembro e outubro. Quase só as lavouras cultivadas em sistema pré-germinado, menos dependente do clima, estão sendo semeadas. A previsão é de intensificação dos trabalhos no final do mês. Se o clima permitir.

 

Alto custo

Na semana que passou a Conab divulgou um estudo sobre os custos de produção e rentabilidade do arroz em três regiões (Zona Sul, Fronteira Oeste e Depressão Central). Aqui na região, a lavoura, em média, deu prejuízo de R$ 140,00 por hectare. Ou seja, o arrozeiro desembolsou mais para produzir do que o preço que recebeu. E os dados são referentes a março, quando a saca de 50 quilos do grão, em casca, valia R$ 41,00. Agora, está em R$ 35,00. Então, o prejuízo é maior ainda.

 

Intervenção

Na próxima semana o governo federal deverá anunciar uma intervenção no mercado de arroz, promovendo leilões de PEP e Pepro, programas de comercialização que garantem o preço mínimo estabelecido em lei à saca de 50 quilos de arroz em casca. O padrão é de R$ 34,97 para o grão que representa o Tipo 1, que vai para o nosso prato. Numa safra que se gastou R$ 45,00 por saca produzida, receber R$ 34,97 (mais descontos), o prejuízo é altíssimo.                     

 
Fonte: Gazeta do Sul - Santa Cruz do Sul Outras notícias

INDICADORES

Valor Var(%) Valor Var(%)
Açucar R$ 55,07/sc 0,49% Algodão R$ 236,30/lp -0,03%
Arroz R$ 36,41/sc -0,08% Bezerro R$ 1,19/cab 0,00%
Boi R$ 140,10/@ -1,06% Café R$ 446,29/sc 0,14%
Milho R$ 31,73/sc 0,92% Soja R$ 71,81/sc 0,62%
Fonte: Cepea - Atualizado em: 20/10/2017

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as novidades.