Connecting companies and creating business

Notícias

Preço da soja sobe no Brasil com Dólar alto

Data da publicação: 15/05/2018

Preferência chinesa, diante de sua disputa comercial com os Estados Unidos

As cotações da soja tiveram nesta segunda-feira (14.05) um dia de altas no mercado físico brasileiro, alinhado com a valorização de Chicago e a alta do dólar (0,76%). De acordo com os índices do Cepea, feitos junto aos diversos participantes do mercado, em média os preços subiram 0,50% nos portos e 0,81% no interior do País.

Segundo o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, um dos fatores que está influenciando esse movimento de alta do Dólar é o cenário político interno. Além disso, as exportações brasileiras continuaram elevadas na segunda semana de maio, impulsionadas não apenas porque é a janela da soja brasileira no mercado internacional, mas também pela preferência chinesa diante de sua disputa comercial com os Estados Unidos. 

“As exportações semanais da oleaginosa continuam com bons volumes embarcados no Brasil. Na semana que passou foram 5.340,03 mil tons, cerca de 36,6% a mais do que o mês anterior e 27,9% a mais do que a mesma semana do ano passado”, comenta o especialista.

CLIMA

De acordo com mapas climáticos analisados pela Consultoria AgResource, nos últimos três dias foram observados totais pluviométricos entre 5 a 15 mm sobre a maioria da região produtora de safrinha no estado do Mato Gros­so do Sul: “Tais chuvas são tidas como benéficas e de salvamento. Apesar de não melhorar o cenário climático, trouxe uma redução do estresse hídrico presente, impedindo a acentuação da quebra da safra”. 

“Para os próximos cinco dias, as chuvas continuam concentradas no lado sul do Mato grosso do Sul, juntamente com uma expansão da área regada sobre o Paraná, Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. Os índices pluviométricos são pre­vistos num raio de 30 a 60 mm acumulados no período. Para Goiás e todo o MATOPIBA, o cenário ainda é de seca, com a possibilidade de chuvas focais e de baixa amplitude, até o fim desta semana. Melhores chances de precipitação são criadas para o centro-sul de Goiás, a partir do dia 19”, concluem os analistas da ARC. 

Fonte: Agrolink Outras notícias

INDICADORES

Valor Var(%) Valor Var(%)
Açucar R$ 53,01/sc -1,12% Algodão R$ 363,31/lp 0,75%
Arroz R$ 37,08/sc 0,62% Bezerro R$ 1,16/cab -0,28%
Boi R$ 138,95/@ -0,79% Café R$ 458,01/sc 0,48%
Milho R$ 43,35/sc 1,74% Soja R$ 85,79/sc -0,03%
Fonte: Cepea - Atualizado em: 21/05/2018

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as novidades.