Sua empresa sempre verá a nossa
com bons óleos!

Produtos Químicos - Seeds & Grains

Sorgo em Grão

Cod.: 150 - Unidade: Seeds & Grains

Solicite mais informações sobre este produto

DEFINIÇÃO BOTÂNICA

Sorgo (do latim sagina) planta anual, originária da Índia, da família das gramíneas, com caule de dois ou três metros de altura, cheias com um tecido branco e algo doces e velosas nos nós: folhas sem pelos e ásperas nas margens, flores em panícula pouco densa, grande e direita, espessa em forma de cacho e pendente, grãos maiores que os do cânhamo, algo avermelhados, esbranquiçados ou amarelos. Estes servem para fazer pão e alimentos para as aves e as plantas inteiras para pasto.

ORIGEM DO SORGO

Da família das gramineas, género Sorghum, pertencente á tribo das andropógenas. Compreende espécies anuais e espécies vivazes. Atinge 1 a 4 metros de altura, tendo vários caules por pé (afilhamento), em que cada um dos quais tem uma influencia terminal do tipo paniculado. Uma espiga séssil, fértil, acompanhada por duas espigetas estéreis pedunculadas que caracterizam o género. O sorgo grão era conhecido na Índia desde a antiguidade, mas existem em todo o mundo espécies silvestres mais ou menos adaptadas. Existe numa ruína Assíria uma gravura que representa o sorgo datada do ano 700 ac.

Provavelmente desde a Índia foi introduzida na Ásia. No principio da era cristã, o sorgo já era conhecido na bacia Mediterrânea e na África Tropical. Desde África passou para a América com os escravos. Só a partir de 1876 é que começou a ser cultivado nos EUA, com a introdução de novas variedades. Graças ao progresso realizado neste país, volta a tomar um crescente interesse no mundo.

USOS E PROPRIEDADES DO SORGO

Atualmente, ocupa, entre os cereais, o quinto lugar em área plantada no mundo, atrás do trigo, arroz, milho e cevada. A produção de sorgo na América do Norte, América do Sul, Europa e Austrália se destina principalmente à alimentação animal, ao passo que na Ásia, África, Rússia, China e América Central, o grão é importante como alimento humano básico. Nos países industrializados cultiva-se sobre tudo como planta forrageira. O Sorgo grão que se cultivam numerosas variedades como, Milo, Kafir, Feterita e Kaohiang, é um dos cereais mais resistentes à seca; em condições de seca e calor extremo, a planta entra numa fase de descanso e quando a situação melhora recupera a sua atividade.

O Sorgo açucarado contém no caule uma seiva doce, que se cultiva para se obter xaropes e como planta forrageira. Certas variedades formam panículas floríferas com caules rígidos e cultivam-se para fabricar escovas, mas hoje em dia estão sendo substituídas por escovas de plástico.

Nas regiões quentes cresce uma gramínea vivaz, próxima do sorgo que é uma infestante e muito difícil de erradicar.

Já se obtiveram variedades anãs de sorgo grão, de um metro de altura, próprias para serem colhidas com uma ceifeira combinada. Este avanço determinou num espectacular aumento de consumo deste cereal.

O sorgo pode obter o mesmo rendimento que outros cultivos, mas empregando menor quantidade de água.

Á medida que vão murchando, as folhas enrolam-se ficando então uma menor superfície exposta á transpiração; isto permite á planta suportar os momentos de seca.

O sorgo desenvolveu-se bem em zonas secas e quentes, situação que o milho não suportaria; entre outras razões, é a sua capacidade de latência durante a seca, que lhe permite voltar a crescer quando começa haver humidade.

Devido ao fato de não apresentar uma proteção para as sementes, como, por exemplo, a palha do milho ou as glumas do trigo e da cevada, a planta de sorgo produz vários compostos fenólicos, os quais servem como uma defesa química contra pássaros, patógenos e outros competidores.

Toda planta de sorgo possui aproximadamente os mesmos níveis de proteína, amido, lipídios etc., porém vários compostos fenólicos podem ocorrer ou não; entre esses compostos, destaca-se o tanino condensado, que tem ação antinutricional, principalmente para os animais monogástricos. Como esses polifenóis são metabólitos secundários, ou seja, não participam de vias metabólicas responsáveis por crescimento e reprodução, a presença e a natureza deles variam enormemente.

Perguntas Frequentes []
 
  • O QUE É SORGO

         É uma planta de origem africana, da mesma família botânica do milho, que é utilizada na alimentação animal, principalmente de bovinos.

    • QUANTOS TIPOS DE SORGO EXISTEM

           Basicamente quatro tipos de sorgo: granífero, sacarino, vassoura e forrageiro.

      • O QUE É GRANÍFERO

             É um tipo de sorgo de porte baixo, altura de planta até 170 cm, que produs na extremidade superior, uma panícula (cacho) compacta de grãos. Nesse tipo de sorgo o produto principal é o grão.
             Todavia, após a colheita, como o resto da planta ainda se encontraverde, pode ser usada também como feno ou pastejo.

        • O QUE É SORGO SACARINO

               É um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, caracterizado, principalmente, por apresentar como doce e suculento como o da cana-de-açucar. A panícula (cacho) é aberta e produz poucos grãos (sementes). Todo sorgo sacarino pode ser forrageiro.

          • O QUE É SORGO VASSOURA

                 É um tipo de sorgo que apresenta como característica principal a panícula (cacho) na forma de vassoura. Tem importância regionalizada, principalmente no Rio Grande do Sul, onde é usado na fabricação de vassouras.

            • O QUE É SORGO FORRAGEIRO

                   É um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, muitas folhas, panículas (cachos) abertas, com poucas senmentes, elevada produção de forragem e adapdato ao Agreste e Sertão de Pernambuco. Existe sorgo forrageiro que possui colmo doce. Nesse caso, pode ser chamado também de sorgo sacarino.

              • COMO O SORGO É PLANTADO

                     O sorgo pode ser plantado de duas maneiras: manual ou na pantadeira. É importante que antes do plantio o terreno esteja bem preparado e limpo.

                • COMO É FEITO O PLANTIO MANUAL DO SORGO

                       O plantio manual é feito em covas rasas, distantes uma da outra 20cm, dentro de cada linha ou fileira. A distância entre as fileiras é de 80cm.

                  • QUANTAS SEMENTES SÃO PALNTADAS EM CADA COVA

                         Colocamse três (3) sementes em cada cova.

                    • COMO É FEITO O PLANTIO DE SORGO USANDO A PLANTADEIRA

                           O sorgo é plantado, neste caso, com plantadeira à tração motorizada (trator), devidamente regulada e deixando cair 20 sementes em cada metro de sulco, no caso de plantadeira de duas linhas em sulcos. Pode ser feito também com a matraca ou a plantadeira à tração animal.

                      • QUANTOS QUILOS DE SEMENTES DE SORGO SÃO NECESSÁRIOS PARA PLANTAR UM (1) HECTARE

                             De 8 a 10 quilos.

                        • QUAL O HERBICIDA USADO NA CULTURA DO SORGO

                               Herbicida à base de Atrazina.

                          • QUE QUANTIDADE APLICAR NA CULTURA DO SORGO

                                 4 a 5 litros do produto comercial.

                             

                          • COMO É FEITA A ADUBAÇÃO NA CULTURA DO SORGO

                                 A adubação química é feita mediante recomendação da análise de fetilidade do solo. Na adubação orgânica, pode-se aplicar (dependendo da disponibilidade), 10 a 15 toneladas por hectare de estrume de curral, que deverão ser incorporadas à área de cultivo antes do plantio.

                            • QUAL A ÉPOCA DE PLANTIO DO SORGO

                                   No inicio da estação chuvosa.

                              • QUAIS AS PRINCIPAIS PRAGAS DE IMPORTÂNCIA NA CULTURA DO SORGO E COMO CONTROLÁ-LAS

                                     Formiga de roça (cortadeira) - esta pode ser controlada através de iscas formicidas ou aplicando o inseticida diretamente no formigueiro. Este controle dese ser iniciado antes do plantio, prolongando-se até 40 dias após (dentro do campo e nos arredores).
                                     Largata elasmo - é uma praga que só ataca jovens, até 30 dias após o plantio. O controle é feito realizando-se tratamento das sementes. Para isso, usa-se Furadan TS (um litro para cada 100 quilos de sementes).

                                • COMO É FEITA A COLHEITA DO SORGO FORRAGEIRO

                                       Para pequenos plantios pode ser feita manualmente, colhendo-se a planta inteira e, dependendo do caseo, passar na forrageira (para consumo direto dos animais) ou na ensiladeira (para enchimento do silo). Para grandes plantios poderá ser utilizada a colheitadeira aclopada ao trator, onde o destino final do material colhido é o silo.

                                   

                                • QUAL A ÉPOCA DA COLHEITA DO SORGO FORRAGEIRO

                                       Entre a fase que vai logo após o florescimento até a fase de endurecimento dos grãos, dependendo da natureza do sorgo. Se for um sorgo de colmo seco, colhe-se mais cedo e se for um sorgo de colmo suculento (sacarino), colhe-se mais tarde.

                                  • QUAL O SORGO FORRAGEIRO RECOMENDADO PARA PLANTIO NAS REGIÕES DO AGRESTE E DO SETÃO DE PERNAMBUCO

                                         As variedades IPA 467-42 e IPA SF-25 ou outras variedades desenvolvidas para a região.

                                    • QUAL A PRODUÇÃO ESPERADA DE SORGO FORRAGEIRO

                                           Seguindo estas recomendações, e as condições climáticas apresentando-se favoráveis, a produção do sorgo forrageiro poderá alcançar de 10 a 15 toneladas por hectare de matéria seca. Esta produção atende às necessidades de consumo de 6 a 8 animais adultos durante um período de cinco meses. Uma boa silagem de sorgo tem condições de garantir uma produção de 7 litros de leite por vaca/dia, sem necessidade de fornecer concentrado.

                                      • OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

                                             Ter o cuidado de não deixar os animais se alimentarem de sorgo jovem ou da soca (até um metro de altura), devido à presença do ácido cianídrico (HCN). Caso isso ocorra, poderá surgir no animais um princípio de intoxicação. Esta poderá ser controlada administrando-se Sulfato de Atropina.

                                             Eliminar rigorosamente os formigueiros, dentro e próximo à área de plantio.

                                             Caso o produtor não disponha de silo, o sorgo poderá ser colhido em quantidades que atendam às necessidades diárias dos animais. deverá ser processado na forrageira, ou mesmo picado no cocho. Neste caso, o sorgo poderá ser colhido até a fase de palhada.      Existe um outro tipo de sorgo forrageiro precoce e de porte herbáceo que apresenta aptidão, principalmente para feno, conhecido como sorgo Sudão, campim Sudão ou sorgo sudanense.

  • A Cultura do Sorgo []

    O QUE É SORGO?

    É uma planta de origem africana, da mesma família botânica do milho, que é utilizada na alimentação animal, principalmente de bovinos.


    QUANTOS TIPOS DE SORGO EXISTEM?

    Basicamente, existem quatro tipos de sorgo - granífero, sacarino, vassoura e forrageiro.

    O QUE É SORGO GRANÍFERO?

    É um tipo de sorgo de porte baixo, altura de planta até 170cm, que produz na extremidaded superior, uma panícula (cacho) compacta de grãos. Nesse tipo de sorgo o produto principal é o grão. Todavia, após a colheita, como o resto da planta ainda se encontra verde, pode ser usado também como feno ou pastejo.

    O QUE É SORGO SACARINO?

    É um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, caracterizado, principalmente, por apresentar colmo doce e suculento como o da cana-de-açucar. A panícula é aberta e produz poucos grãos (sementes). Na nossa região pode ser utilizado como sorgo forrageiro, na forma de silagem e de corte. Todo sorgo sacarino pode ser forrageiro. 

    O QUE É SORGO VASSOURA?

    É um tipo de sorgo que apresenta como caracteristica principal a panícula na forma de vassoura. Não é plantado na nossa região. Tem importância regionalizada, principalmente no Rio Grande do Sul, onde é usado na fabricação de vassouras.

    O QUE É SORGO FORRAGEIRO?

    É um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, muitas folhas, panículas abertas, com poucas sementes, elevada produção de forragem e adaptado ao Agreste e Sertão de Pernambuco. Existe sorgo forrageiro que possui colmo doce. Nesse caso, pode ser chamado também de sorgo sacarino.

    COMO O SORGO É PLANTADO?

    O sorgo pode ser plantado de duas maneiras: manual ou na plantadeira. É importante que antes do plantio o terreno esteja bem preparado e limpo.

    COMO É FEITO O PLANTIO MANUAL DO SORGO?

    O plantio manual é feito em covas rasas distantes uma da outra 20cm, dentro de cada linha ou fileira. A distância entre as fileiras é de 80cm.

    QUANTAS SEMENTES SÃO PLANTADAS EM CADA COVA?

    Colocam-se três sementes em cada cova.

    COMO É FEITO O PLANTIO DE SORGO USANDO A PLANTADEIRA?

    O sorgo é plantado, neste caso, com plantadeira à tração motorizada (trator), devidamente regulada e deixando cair 20 sementes em cada metro de sulco, no caso de plantadeira de duas linhas em sulco. Pode ser feito também com a matraca ou a plantadeira à tração animal.

    QUANTOS QUILOS DE SEMENTES DE SORGO SÃO NECESSÁRIOS PARA PLANTAR UM HECTARE?

    8 a 10 quilos

    QUAL O HERBICIDA USADO NA CULTURA DO SORGO?

    Herbicida à base de Atrazina

    QUE QUANTIDADE APLICAR NA CULTURA DO SORGO?

    4 a 5 litros do produto comercial.

    COMO É FEITA A ADUBAÇÃO NA CULTURA DO SORGO?

    A adubação química é feita mediante a análise de fertilidade do solo. Na adubação orgânica, pode-se aplicar (dependendo da disponibilidade), 10 a 15 toneladas por hectare de estrume de curral, que deverão ser incorporadas à área de cultivo antes do plantio. 

    QUAL A ÉPOCA DE PLANTIO DO SORGO?

    No início da estação chuvosa.

    QUAIS AS PRINCIPAIS PRAGAS NA CULTURA DO SORGO E COMO CONTROLÁ -LAS?

    Formiga de roça (cortadeira) - esta pode ser controlada através de iscas formicidas ou aplicando o inseticida diretamente no formigueiro. Este controle deve ser iniciado antes do plantio, prolongando-se até 40 dias após dentro do campo e nos arredores.
    Lagarta elasmo - é uma praga que só ataca plantas jovens, até 30 dias após o plantio. O controle é feito realizando-se o tratamento das sementes. Para isso, usa-se Furadan TS (um litro para cada 100quilos de semente).

    COMO É FEITA A COLHEITA DO SORGO FORRAGEIRO?

    Para pequenos plantios pode ser feita manualmente, colhendo-se planta inteira e, dependendo do caso, passar na forrageira (para consumo diretos dos animais) ou na ensiladeira (para enchimento de silo). Para grandes plantios poderá ser utilizada a colheitadeira acoplada ao trator, onde o destino final do material colhido é o silo.


    QUAL A ÉPOCA DA COLHEITA DO SORGO FORRAGEIRO?

    Entre a fase que vai logo após o florecimento até a fase do endurecimento dos grãos, dependendo da natureza do sorgo. Se for um sorgo de colmo seco, colhe-se mais cedo e se for um sorgo de colmo suculento (sacarino), colhe-se mais tarde.

    QUAL O SORGO FORRAGEIRO RECOMENDADO PARA PLANTIO NAS REGIÕES DO AGRESTE E DO SERTÃO DE PERNAMBUCO?

    As variedades IPA 467-42 e IPA SF-25 ou outras variedades desenvolvidas para a região.

    QUAL A PRODUÇÃO ESPERADA DE SORGO FORRAGEIRO?

    Sguindo estas recomendações, e as condições climáticas apresentando-se favoráveis, a produção do sorgo forrageiro poderá alcançar de 10 a 15 toneladas por hectare de mátéria seca. Esta produção atende às necessidades de consumo de 6 a 8 animais adultos durante um período de cinco meses. Uma boa silagem de sorgo tem condições de garantir uma produção de 7 litors de leite por vaca/dia, sem necessidade de fornecer concentrado.

    OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

    Ter o cuidado de não deixar os animais se alimentarem de sorgo jovem ou da soca (até um metro de altura), devido a presença de ácido cianídrico ( HCN ). Caso isso ocorra, poderá surgir nos animais um princípio de intoxicação. Esta poderá ser controlada administrando-se Sulfato de Atropina ;
    Eliminar rigorosamente os formigueiros, dentro e próximo à área de plantio;
    Caso o produtor não disponha de silo, o sorgo poderá ser colhido em quantidades que atendam às necessidades diárias dos animais. Deverá ser processado na forrafeira, ou mesmo picado no cocho. Neste caso, o sorgo poderá ser colhido até a fase de palhada;
    Existe um outro tipo se sorgo forrageiro precoce e de porte herbáceo que apresenta aptidão, principalmente para feno, conhecido como sorgo Sudão, capim Sudão ou sorgo sudanense.

    Subprograma de Produção Animal
    Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária - IPA 
    Vinculada à Secretaria de Produção
    Rural e Reforma Agrária.

    Ficha Técnica []

    Foto(s) do produto:
    • Sorgo em Grão
    Outros produtos

    INDICADORES

    Valor Var(%) Valor Var(%)
    Açucar R$ 51,55/sc -0,46% Algodão R$ 204,43/lp -0,54%
    Arroz R$ 35,66/sc 0,20% Bezerro R$ 1,01/cab -1,19%
    Boi R$ 124,17/@ -0,22% Café R$ 488,05/sc -1,39%
    Milho R$ 31,01/sc -1,02% Soja R$ 66,83/sc -0,95%
    Fonte: Cepea - Atualizado em: 24/04/2014

    NEWSLETTER

    Cadastre-se e receba todas as novidades.