#AboissaEverywhere: Gulfood 2024 e roteiro Tunísia

#AboissaEverywhere: Gulfood 2024 e roteiro Tunísia
Imagem: Canva

As nossas especialistas, Zainab Alhamwi e Laura Pereira, embarcaram em um roteiro pelo Oriente Médio, e, além disso, participam da Gulfood 2024, realizada no Dubai World Trade Centre de 19 a 23 de fevereiro. Este evento, reconhecido como o maior encontro anual de alimentos e bebidas do mundo, atrai mais de 50 mil visitantes diários, com mais de 5.500 marcas globais em exposição.

Este ano, a Gulfood 2024 destacou-se não apenas pelo seu tamanho, mas também pela profundidade do seu conteúdo e pela variedade de participantes. Sob o tema “Real Food, Real Business”, o evento reuniu marcas de renome global e novos expositores. Foi apresentado produtos alimentares autênticos, ingredientes e práticas culinárias, promovendo conexões comerciais significativas. Novas pavilhões de países, como Armênia, Azerbaijão e Venezuela, juntaram-se ao evento, evidenciando a sua crescente influência e abrangência​​.

Além de ser uma plataforma para negócios, a Gulfood 2024 serviu como um palco para discussões avançadas sobre o futuro da indústria alimentícia. Ademais, a conferência Gulfood Inspire trazendo líderes de opinião, empresários, futuristas, chefs, cientistas e acadêmicos de todo o setor. Os tópicos abordaram desde a digitalização impulsionada pela tecnologia até inovações revolucionárias e a transição para sistemas alimentares circulares​​.

Desafios agrícolas na Tunísia: Entre conflitos, clima e comércio

Nossas especialistas também aproveitaram para fazer uma visita à Tunísia, que regularmente acontece de 2 em 2 anos. Entre 2023 e 2024, a Tunísia enfrentou desafios significativos no setor agrícola devido a uma série de fatores adversos. Os conflitos locais prejudicaram comércio, produção e laços internacionais, especialmente com mercados europeus cruciais para produtos agrícolas tunisianos.

A instabilidade política interna agravou os problemas, com frequentes manifestações e greves afetando a logística e o transporte de mercadorias. Por outro lado, a situação também piorou por condições climáticas extremas, incluindo secas severas e ondas de calor, que comprometeram as safras, particularmente de oliva, um dos principais produtos de exportação da Tunísia. Isso levou a uma diminuição na produção de azeite de oliva, um dos pilares da economia agrícola do país, impactando negativamente o comércio exterior e aumentando a dependência de importações de produtos básicos, como grãos e óleos vegetais mais baratos.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.