Agronegócio paulista registra US$ 7,97 bilhões de superávit no ano até maio



Imagem: Pixabay


A balança comercial do agronegócio no Estado de São Paulo de janeiro a maio deste ano apresentou saldo positivo, com superávit de US$ 7,97 bilhões. A cifra é 7,3% superior ao mesmo período de 2022, segundo dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado.

O resultado foi puxado pelo aumento de 7,1% das exportações, alcançando, alcançado US$ 10,15 bilhões, mais do que os 6,3% das importações que totalizaram US$ 2,18 bilhões. Com isso, a participação do setor nas vendas ao exterior no total do Estado representou 37,4%, enquanto a das importações setoriais, 7,2%.

{module Form RD}

Considerando todos os setores da economia paulista, as exportações do Estado de São Paulo já somam US$ 27,13 bilhões (19,9% do total nacional), e as importações, US$ 30,25 bilhões (29,9% do total do país). Em relação ao mesmo período de 2022, esses resultados representam um aumento de 3,6% nas exportações e redução de 2,5% nas importações.


Cenário Nacional

A participação do agronegócio paulista na balança comercial brasileira cresceu nos cinco primeiros meses de 2023. O resultado paulista representa 15,1% do total exportado pelo país de janeiro a maio, uma alta de 0,2 p.p. em relação ao mesmo período de 2022.

Cinco agregados correspondem a quase 80% das exportações no setor. A maior participação é do complexo sucroalcooleiro, que compreende, principalmente, açúcar bruto, refinado e álcool etílico, e vendeu US$ 2,61 bilhões para fora do país no período.

O segundo maior destaque é do complexo soja (grãos, farelo e óleo), que exportou US$ 2,14 bilhões, seguido por carnes (principalmente bovina, de frango e suína in natura ou industrializadas), com venda de US$ 1,21 bilhão; produtos florestais (celulose, papel, madeira e borracha), com US$ 1,12 bilhão; e sucos (principalmente de laranja), com US$ 835 milhões.

Além da balança comercial, o setor do agronegócio tem acumulado outros destaques positivos, como um saldo de 3,8 mil vagas de emprego geradas em abril. Entre os fatores que ajudam a explicar essa melhora, está a perspectiva de aumento da produção da safra 22/23 em relação ao período anterior, puxada pelas fortes chuvas no início do ano e pelo investimento nas tecnologias agrícolas, que ajudam a aumentar a produtividade das lavouras.

Fonte: Datagro

{module Leia Também}

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.