Bolsa e dólar caem e milho exportação recua



Imagem: Pixabay


O Paraguai tem várias opções de preço à disposição dos vendedores.

A baixa na Bolsa se juntou à queda do dólar e os preços do milho brasileiro para exportação recuaram, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Os prêmios subiram para $ 93 cents/bushel para julho23; $ 93 para agosto23 e permaneceram a $105 para setembro”, comenta.

{module Form RD}

“A apatia geral das novas compras para exportação, que já dura vários dias, está deixando as indústrias brasileiras mais confortáveis para até reduzir preços, uma vez que não sofre mais concorrência séria junto aos vendedores. A maioria delas nem apresentou indicações, hoje. O pouco movimento que se nota é para cobrir eventuais lotes de navios já programados, fechados a preços bem melhores há mais de 60 dias, podendo, com isto, oferecer preços mais convidativos para lotes específicos, como aconteceu hoje no Paraná”, completa.

A Argentina tem milho FOB americano a US$ 304, brasileiro a US$ 310 e argentino a US$ 310. “Os preços aproximados do trigo argentino, calculados a partir dos prêmios e da CBOT, para o comprador brasileiro recuaram para US$ 304 para fevereiro, para US$ 303 para março, para US$ 301 para abril, US$ 303 maio e permaneceram a US$ 251 para junho/julho, segundo relatório de prêmios recebido dos corretores de Buenos Aires”, indica.

O Paraguai tem várias opções de preço à disposição dos vendedores. “Embora os compradores da FAS tenham alongado um pouco seus programas e entregas e os números continuem atraentes, o curto prazo de entrega (até sexta-feira, 27/01) limita muito os negócios. Localmente e no mercado brasileiro os valores também seguem estáveis. Foi observado algum movimento para a próxima safra, com alguns compradores a procurar lotes para retirar dos silos, pagando valores ligeiramente superiores ao que se tinha observado, em patamares entre 210,00, 215,00 U$D/MT, o que estimulou alguns negócios. Mas são demandas limitadas”, conclui.

Fonte: Leonardo Gottems | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.