Brasil assume pela primeira vez presidência do G20 AGRO

O assessor do Departamento de Estudos e Prospecção da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SPA/Mapa), Marcelo Guimaraes, tomou posse nesta terça-feira (28) como presidente do Sistema de Informações de Mercado Agrícola do G20 (Amis).

A posse foi durante a 15ª reunião do Grupo de Informações do Amis, em Roma, que contou com a presença do diretor Geral da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), José Graziano da Silva.

Entre os objetivos a alcançar durante seu mandato de um ano será dar continuidade e intensificar o trabalho que já vinha sendo realizado pelo antecessor canadense, Marco Valicenti. 

“Vamos procurar assegurar a sustentabilidade financeira do Amis e acompanhar as mudanças de comportamento dos consumidores que podem afetar os mercados agrícolas no médio e longo prazo”, ressalta Guimaraes ao tomar posse, em Roma. “Também procuraremos aprofundar as informações relativas ao uso de grãos como ração e o monitoramento de estoques”.

O Amis é uma iniciativa do G20 (Grupo dos 20 países mais ricos) que busca aumentar a transparência dos mercados agrícolas internacionais e promover maior coordenação de políticas agrícolas, especialmente em momentos de crises.

O fórum internacional conta ainda com a colaboração institucional de especialistas de dez organizações internacionais, tais como Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), FAO, Banco Mundial, Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), entre outros.

A organização, composta pelos países membros do G20 e outros sete convidados, entre eles o Brasil, tem sua secretaria executiva sediada na FAO, em Roma. O organismo utiliza-se basicamente de plataformas digitais e da participação de especialistas dos ministérios da Agricultura dos países membros.

 Próxima reunião

 O Amis realizará sua próxima reunião no Rio de Janeiro, em eventos conjuntos com o Mapa, a OCDE e a FGV. Os encontros ocorrerão entre 7 e 11 de outubro e a maioria deles será aberto à participação do público. Especialistas brasileiros e internacionais debaterão temas relativos às políticas públicas para a agricultura da América Latina e suas consequências sobre os mercados. A ministra Teresa Cristina, o secretário de Política Agrícola do Mapa, Eduardo Sampaio, e o ex-ministro e coordenador de Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Roberto Rodrigues, já confirmaram participação em alguns dos painéis.

Postagem | Marina Carvejani 
Autor | DATAGRO
Fonte | DATAGRO

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.