Brasil é líder em investimento na América Latina em transição energética, mostra relatório

Brasil é líder em investimento na América Latina em transição energética, mostra relatório
Imagem: Canva

O Brasil é o sexto país do mundo que mais investiu em transição energética e o líder na América Latina, de acordo com o relatório da BloombergNEF’s Energy Transition Investment Trends 2024. O documento destacou que o país investiu, somente em 2023, cerca de US$ 34,8 bilhões. Energia renovável, veículos elétricos, hidrogênio e captura de carbono impulsionaram o crescimento do investimento ano a ano.

“O Brasil já é visto como protagonista da transição energética mundial, principalmente no sul global. Por isso, os olhos do mundo estão voltados para nós. Seguiremos nessa liderança, promovendo uma transição energética justa e inclusiva. Estamos prevendo mais investimentos nos próximos anos, como por exemplo, em leilões de novas linhas, no Programa Nacional de Hidrogênio, no qual iremos triplicar investimentos entre outras iniciativas que estão sendo desenvolvidas pelo MME”, pontuou o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

Segundo o secretário Nacional de Transição Energética e Planejamento do MME, Thiago Barral, por conta da incidência de sol e dos ventos fortes comuns na região, os investimentos em geração renovável, vão especialmente para o Nordeste do país.

Ascensão global dos investimentos em transição energética

Usinas eólicas e fotovoltaicas regionais demandam atenção no planejamento para investimentos na rede, assegurando atendimento aos critérios de confiabilidade.

Investimento global em energia limpa atingiu US$135 bilhões em 2023; prevê-se US$259 bilhões até 2025, conforme documento. A China lidera com US$676 bilhões investidos em 2023, ou 38% do total.

Áreas emergentes como hidrogênio, por exemplo, teve o investimento global triplicado nos últimos, mostra o documento da Bloomberg. A captura e armazenamento de carbono, quase dobrou e o armazenamento de energia aumentou cerca de 76% os investimentos.

O relatório traz ainda que o investimento na cadeia global de fornecimento de energia limpa, incluindo fábricas de equipamentos e produção de metais de bateria para tecnologias de energia, atingiu um novo recorde de US$135 bilhões em 2023 – contra apenas US$46 bilhões em 2020. A previsão é que aumente ainda mais nos próximos dois anos. A Bloomberg projeta que esse valor suba para US$259 bilhões até 2025.

Fonte: Datagro

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.