China fecha terminal por caso positivo de Covid-19 em terceiro porto mais movimentado do mundo e alerta logística global


Imagem: Pixabay

O porto Ningbo-Zhoushan, na China, foi parcialmente fechado nesta quinta-feira (12) depois que um de seus funcionários foi testado positivo para Covid-19. A direção decidiu pelo fechamento do terminal Meishan do terceiro porto de contêineres mais movimentado do mundo e intensificou as preocupações globais sobre a já conhecida fragilidade das cadeias de suprimento e abastecimento do comércio internacional. O terminal fica fechado até um novo aviso ser emitido.

{module Form RD}

O terminal que teve suas operações interrompidas responde, de acordo com informações da Bloomberg, por cerca de 25% das cargas de contêineires que passa pelo porto. Empresas internacionais de transporte marítimo já alertam sobre a suspensão provocando atraso das viagens e impacto sobre o manuseio das cargas.

“Isso pode comprometer a demanda”, afirma Marcos Araújo, analista de mercado da Agrinvest Commodities. Sem contar que os “fretes de contêineres explodiu”, e deve também ser impactado por mais esta notícia, principalmente neste momento que antecede, segundo especialistas, uma temporada mais intensa de compras que antecede as festas de final de ano.

Recentemente, as taxas de um container da China ou do Sudeste Asiático para a costa leste dos Estados Unidos registraram um recorde de US$ 20,600 mil por unidade de 20 pés – medida padrão para contêineres de cargas do Índice Global de Frete de Contêineres da Freightos Baltic.

Com o fechamento do terminal, o tempo de espera para os navios no porto de Ningbo pode passar a algo entre sete e nove dias, enquanto era de um a três quando Meishan estava ainda em funcionamento. De acordo com especialistas, o porto deverá trabalhar no máximo de desvios de cargas para outros terminais e tentar otimizar os trabalhos. Ainda assim, já se espera o início da formação de uma congestionamento no porto dada sua importância nas rotas marítimas globais.

Este é o segundo fechamento recente de um porto chinês nos últimos meses. O porto de Yantian, em Shenzen, ficou fechado do final de maio até o mês passado e também comprometeu as cadeias de abastecimento, puxos os fretes marítimos, os custos de contêineres e ainda forçou a volta de mercadorias para armazéns e fábricas.

De acordo com informações da Agência de Notícias de Taiwan, o fechamento deste terminal poderia provocar um congestionamento ainda pior do que o que já se observa no porto de Ningbo agora, causado, principalmente, por intempéries climáticas, além das questões provocadas pela pandemia do coronavírus e a forte demanda.

Em 2020, o porto de Ningbo Zhoushan movimentou 1,172 bilhão de toneladas dos mais diversos produtos, e por 12 anos consecutivos ocupa a posição de porto mais movimentado do mundo, segundo dados do Ministério dos Transportes da China. Em movimentação de contêineres segue na terceira posição.

No primeiro semestre de 2021, os principais itens importados pelo porto foram petróleo bruto, produtos químicos, produtos agrícolas e eletrônicos. Na exportação, se destacaram produtos eletrônicos, manufaturados e têxteis.

O analista de fertilizantes da Agrinvest Commodities, Jeferson Souza, alerta sobre a possibilidade de que a dificuldade de fornecimento de alguns produtos por parte da China pode se intensificar, mas que o mercado parece ainda não ter refletido essa a notícia muito agressivamente. Ainda assim, orienta a manutenção do acompanhamento.

Por: Carla Mendes | Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.