Ciclone: Lavouras de trigo e milho foram as mais castigadas no RS

Ciclone: Lavouras de trigo e milho foram as mais castigadas no RS
Imagem: Pixabay

Desde a passagem do ciclone extratropical no Rio Grande do Sul, representantes do governo federal e estadual estão mobilizados pela situação de calamidade para socorrer as vítimas afetadas pelo desastre natural. As perdas ainda não são passíveis de serem quantificadas.

Em visita a municípios atingidos, equipes da Agricultura já puderam constatar que na zona rural os pequenos agricultores foram os mais prejudicados. Houve perdas de produção, rebanho e infraestrutura, sobretudo, de ribeirinhos que se dedicam à produção de hortigranjeiros, avicultura, suinocultura e pecuária leiteira. Os danos também afetam unidades agroindustriais.

Até o momento, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RS-Ascar) elaborou um relatório preliminar que indica que 50 municípios, 665 localidades e 10.787 propriedades foram afetados. Além disso, em relação à infraestrutura, o evento climático prejudicou 4.456,8 quilômetros de estradas vicinais e causou problemas de escoamento da produção em 197 comunidades.

Desastre climático causa perdas significativas na agricultura e pecuária: Esforços de recuperação em andamento

As perdas se mostraram significativas, com destaque para milho e trigo, que tiveram grandes áreas atingidas e alto volume de produção perdidas por conta do ciclone. Em contrapartida, na pecuária, morreram 29.356 animais, entre bovinos de corte e de leite, suínos e aves e perderam-se 370 caixas de abelhas e 35,5 toneladas de peixe. Portanto, a situação se agrava ainda mais considerando os danos tanto na agricultura quanto na pecuária.

No entanto, é importante ressaltar que a Emater/RS-Ascar está trabalhando incansavelmente para prestar assistência às comunidades afetadas. Realizaram-se ações de emergência anteriormente para mitigar os impactos imediatos do desastre. Posteriormente, o foco estará na recuperação das áreas danificadas e no apoio à reconstrução das atividades produtivas.

Assim sendo, o esforço conjunto das autoridades locais, da comunidade e das instituições de apoio será crucial para a recuperação dessas regiões atingidas pelo ciclone. Em conclusão, é fundamental que todos trabalhem juntos para superar os desafios que se apresentam e reconstruir as áreas afetadas.

Medidas de resposta e apoio em andamento para municípios severamente atingidos pelo ciclone

Ainda faltam dados de três municípios severamente atingidos: Arroio do Meio, Muçum e Taquari.

Como medidas para o enfrentamento, o presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, já anunciou a disponibilização de R$ 741 milhões de recursos orçamentários distribuídos em diversas ações. Já disponibilizaram R$ 405 milhões desse valor, dos quais o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) usará cerca de R$ 56 milhões para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) com repasse de cestas de alimentos.

Os recursos também destinam-se ao fomento rural para apoiar os pequenos produtores, com um montante de R$ 4,6 mil não reembolsáveis. O secretário adjunto de Política Agrícola, Wilson Vaz, que representa o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), integra a comitiva que está visitando o estado.

Fonte: Datagro

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.