Colheita do milho chega à 89% na Argentina com Ministério apontando grandes variações de produtividade



Imagem: Pixabay


O Ministério de Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina divulgou seu informe semanal de estimativas agrícolas atualizando seus dados para a safra de milho 2020/21. Segundo a publicação, os trabalhos de colheita da nova safra seguem avançando pelo país e já atingem 89% do total até o dia 29 de julho.

Este índice avança 6 pontos percentuais com relação à semana anterior, mas fica 7 pontos atrás do que era registrado neste período para a safra anterior 2019/20.

{module Form RD}

As regiões mais atrasadas nos trabalhos são Tucumán (63%), Avellaneda (64%), Catamarca (65%), Rio Cuarta (71%), Tandil, Laboulaye e Presidencia Roque Sáenz Penã (76%) e La Pampa (79%). Das lavouras ainda em campo, todas estão com 100% das áreas já em maturação.

Olhando para a qualidade das lavouras, as regiões com mais porcentagem de áreas avaliadas como muito boas são La Plata (50%), Laboulaye (33%), Cañada de Gómez e Casilda (24%), Tandil, Rafaela e Charata (6%) e Marcos Juárez e Rosario Del Tala (5%).

O Ministério aponta que, na província de Buenos Aires, ondem fica La Plata, foram registradas precipitações que mantiveram o percentual de umidade acima das estimativas e impediram o avanço da colheita.

Já em La Pampa, onde estão localizadas Cañada de Gómez e Casilda, as baixas temperaturas e a ausência de chuvas permitem que a umidade nos grãos diminua, com o que a colheita sendo retomada em bom ritmo.

Por outro lado, as regiões com mais lavouras avaliadas com ruins são General Pico (10%), Quimilí (7%), Avellaneda (6%), Pigué e Laboulaye (4%), Casilda e Charata (3%), Marcos Juarez (2%) e Rafaela (1%).

De acordo com a publicação, não foi registado qualquer precipitação na zona da delegação General Pico. No que diz respeito aos rendimentos, as melhores áreas estão em uma faixa entre 33,33 e 100 sacas por hectare, inclusive há relatos de produtores que alocaram lotes semeados de grãos para forragem devido as perdas.

Por: Guilherme Dorigatti | Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.