Condições climáticas na Argentina são desafiadoras

Condições climáticas na Argentina são desafiadoras
Condições climáticas na Argentina são desafiadoras
Imagem: Pixabay

Com base no último boletim de clima e lavouras divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), as condições climáticas na Argentina estão causando impactos significativos na produção agrícola. Contudo, o relatório examina como o tempo seco e a falta de chuvas estão afetando o desenvolvimento do trigo e o plantio das culturas de verão no país sul-americano.

O metereologista do Portal Agrolink, Gabriel Rodrigues, tem observado que o cenário predominante nas regiões produtivas da Argentina é de tempo seco. Em contrapartida, a maior parte das áreas de cultivo registrou precipitações mínimas, variando de 1 a 10 mm de chuva, com maior concentração nas regiões de Buenos Aires e nordeste do país. A falta de chuvas tem limitado a disponibilidade de umidade, impactando negativamente o trigo em estágio intermediário de desenvolvimento e o plantio das culturas de verão.

Apesar da falta de chuvas, as temperaturas se mantiveram geralmente próximas ou abaixo da média. Isso ajudou a reduzir as perdas por evaporação. No entanto, é importante destacar que as temperaturas diurnas chegaram a ultrapassar os 40°C no norte da Argentina, próximo à fronteira com o Paraguai.

Escassez de chuvas preocupa agricultores na Argentina e afeta o ritmo de plantio

As chuvas da primavera têm demorado a se desenvolver após os meses tradicionalmente secos do inverno. Por consequência, a escassez de chuvas é uma preocupação para as lavouras, e mais umidade é necessária para garantir um desenvolvimento saudável.

O ritmo de plantio das culturas de verão tem sido mais lento em relação ao ano anterior. Entretanto, notavelmente, o plantio de girassol avançou apenas um ponto percentual, alcançando 17% em comparação com a semana anterior. Essa diferença no ritmo de plantio pode ter implicações significativas na safra.

As condições climáticas desafiadoras na Argentina estão sendo monitoradas de perto, já que podem ter um impacto substancial na produção agrícola do país. A escassez de chuvas preocupa. O ritmo lento de plantio também preocupa. Agricultores e autoridades acompanham atentos as previsões climáticas. O relatório do USDA fornece insights valiosos sobre a situação atual e as perspectivas para o setor agrícola na Argentina.

Fonte: Aline Merladete | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.