Condições severas de seca devastam a indústria agrícola da Argentina



Imagem: Pixabay


Condição pouco animadora para os produtores do país.

O último relatório Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) emitido nesta segunda-feira (27/03), revela que a indústria agrícola da Argentina está enfrentando severas condições de seca, com muitas áreas apresentando níveis de crescimento de vegetação abaixo da média. A situação é particularmente grave na região norte de Buenos Aires, na parte leste de Córdoba, na parte centro-sul de Santa Fé e na região sul de Entre Rios.

{module Form RD}

Segundo dados do INTA, as anomalias negativas do índice de vegetação (NDVI) têm se intensificado e ampliado nessas áreas, apresentando níveis de atividade fotossintética abaixo da média em relação ao mesmo período de 2000 a 2022. Em algumas regiões, os valores do índice são ainda menores do que o mínimo histórico. Por outro lado, regiões como o Noroeste, Cuyo, a parte central da Patagônia e a parte sudeste de Buenos Aires apresentaram valores acima da média no índice.

A seca vem afetando significativamente as culturas agrícolas do país, com a colheita do milho ainda em prosseguimento em todas as províncias. Corrientes, Entre Rios e Santa Fé são as províncias com maior área colhida (100%, 72% e 24%, respectivamente). Nas demais regiões de cultivo de milho, o estádio fenológico vai do enchimento de grãos (para variedades tardias) até a maturidade (para variedades precoces).

A colheita do girassol também está em andamento, com Corrientes, Chaco, Formosa e Santa Fé entre as províncias mais avançadas. No entanto, em Entre Rios e Córdoba, a colheita está quase terminada, enquanto Buenos Aires e La Pampa têm uma taxa de progresso de 40% e 37%, respectivamente. Algumas regiões ainda possuem a lavoura no campo, entre o final da fase de enchimento e a maturação.

A cultura da soja foi a mais afetada pela estiagem, sendo a segunda safra a que mais sofreu devido ao atual estágio fenológico. Segundo o INTA, a primeira safra está completando o enchimento de grãos e avançando para a maturidade. Enquanto isso, a segunda safra está completando a floração e avançando para o enchimento de grãos em todas as províncias. A estiagem e as altas temperaturas das últimas semanas afetaram significativamente o crescimento da segunda safra.


As condições de seca têm causado grande preocupação entre os agricultores, que temem que o rendimento das colheitas seja menor do que o esperado. Alguns relataram que já estão vendo o impacto em suas colheitas, com rendimentos mais baixos e tamanhos de grãos menores. O governo tomou medidas para aliviar a situação, fornecendo subsídios e assistência financeira aos agricultores afetados. No entanto, muitos produtores ainda estão lutando contra os efeitos da seca e esperam algum alívio nas próximas semanas.

Fonte: Seane Lennon | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.