DATAGRO projeta exportações brasileiras de soja em grão em 82mi t em 2021 e receita maior que 13%

As exportações de soja em grão pelo Brasil devem avançar 1,2% em 2021 sobre este ano, totalizando 82 milhões de toneladas, segundo a Consultoria DATAGRO. A receita deve ter um salto de 13%, para US$ 31,57 bilhões. Essas estimativas para o próximo ano consideram projeções preliminares de uma safra brasileira recorde da oleaginosa, de 131,69 milhões de t, o aumento do consumo mundial e as perdas parciais na safra dos Estados Unidos.

Considerando o complexo soja, além da previsão de embarques em grão de 82 milhões de t, próxima do recorde de 2018 de 83,26 milhões de t, o farelo de soja tem estimativa de 17,80 milhões de t, aumento de 4,7% no comparativo anual, e o óleo de soja deve ter uma retração de 22,7% nas exportações do próximo ano sobre 2020, totalizando volume de 850 mil t.

Continua depois do formulário
{module 442}

“A projeção apontou embarques totais de 100,65 milhões de t para o ano que vem, 1,6% superior ao volume revisto e previsto para o ano atual. Temos então a confirmação da tendência natural de manutenção de forte representatividade do setor no comércio exterior do país”, afirma Flávio Roberto de França Junior, coordenador da DATAGRO Grãos.

Apesar da projeção considerar motivações otimistas para o salto nas exportações, como aumento da safra brasileira de soja no próximo ano, taxas ainda positivas de incremento do consumo mundial e as perdas parciais na nova safra dos Estados Unidos, também foram levados em conta fatores limitantes, que ainda são acompanhados, como a peste suína africana (PSA), clima diante da possibilidade de um La Niña e as tensões sino-americanas.

Em termos de receita com as exportações, as projeções da DATAGRO também são predominantemente positivas para o próximo ano no complexo soja. Seriam US$ 31,57 bilhões decorrentes das vendas de soja em grão, valor 13% maior que o ano atual, US$ 6,59 bilhões dos embarques de farelo pelo Brasil, salto de 13,9% no comparativo anual, e US$ 629 milhões das vendas de óleo, queda de 15,3% sobre o ano atual.

“Em função dessa boa previsão de incremento no volume total a ser embarcado, temos a indicação de que a receita total a ser obtida nas exportações do complexo soja brasileiro em 2021 seja novamente expressiva. Porém, inicialmente ainda abaixo do recorde absoluto de 2018. A previsão de receita total chegou a US$ 38,78 bilhões, 12,5% superior à da revisada estimativa para 2020”, pontua França.

Fonte: DATAGRO

LEIA TAMBÉM:

{module 441}

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.