Demanda de soja pode crescer com aumento na mistura de biodiesel ao diesel

Neste ano, serão consumidos quase 2,9 milhões de toneladas de óleo de soja para a produção. Com a mudança, o consumo estimado é de cerca de 3,6 milhões de toneladas

O governo resolveu antecipar o cronograma de aumento de biodiesel no diesel. A partir de março de 2018, o teor de biodiesel pula de 8% para 10%. Por lei, a mistura iria para 9% no ano que vem.

“Para que tudo ocorra é necessário uma formalização através de uma resolução do Conselho Nacional de Petróleo (CNPE), que deverá ocorrer em breve, porque é um consenso que este programa é ganha-ganha. É uma agenda positiva para o Brasil”, afirma o secretário-geral da Associação Brasileiras das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Fábio Trigueirinho.

Hoje, 80% do biodiesel do país é feito com óleo de soja. A mudança na mistura vai aumentar a demanda interna e o processamento do grão. A Abiove estima que 20 mil empregos podem ser gerados em toda a cadeia produtiva.

Neste ano, serão consumidos quase 2,9 milhões de toneladas de óleo de soja para a produção de biodiesel. Com a mistura em 10%, o consumo estimado é de cerca de 3,6 milhões de toneladas.

O processamento de soja para fazer o biodiesel passa de 14,3 milhões de toneladas em 2017 para quase 17,9 milhões de toneladas do grão em 2018.

O sócio da MBAgro Consultora, José Carlos Hausknecht, explica que teremos menos soja para exportação Além disso, a produção de farelo crescerá, trazendo benefícios ao setor de carnes, com uma maior oferta de matéria-prima para alimentação.

Hausknecht acredita que os preços de óleos – principalmente o de soja – ficarão mais elevados e que a mudança também pode impactar no combustível. “O biodiesel é mais caro que o diesel, normalmente. Isso acaba encarecendo um pouco também o diesel. Os consumidores de diesel terão algum efeito, mas é pequeno porque é um aumento de 2% na mistura, então, não afeta tanto assim”, explica.

Para a abiove, a redução da emissão de poluentes no ar é uma das principais vantagens do biodiesel. Para o mercado de soja, o aumento da mistura pode dar mais firmeza aos preços. Trigueirinho afirma que é interessante ter uma demanda interna para não depender só do mercado externo.

“O mercado de exportação é sujeito aos rumores da China e desse tipo de coisa. Eu diria que o volume não será suficiente para mexer efetivamente com o mercado. Nós estamos, neste ano, exportando 64 milhões de toneladas, mas ajuda”, esclarece Trigueirinho.

Fonte: Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.