Derecho: entenda o fenômeno que danificou lavouras nos EUA



Imagem: Pixabay


De acordo com o último boletim de monitoramento do clima e das lavouras, em 29 de junho, um fenômeno climático conhecido como “Derecho” atingiu algumas das áreas mais afetadas pela seca, incluindo o centro de Illinois, danificando ainda mais as plantações que já estavam sofrendo com a falta de chuvas. A tempestade de vento, que se originou nas planícies centrais, percorreu o sul de Iowa, norte do Missouri, centro de Illinois e centro e sul de Indiana. Rajadas de vento generalizadas variaram de 60 a 100 mph (cerca de 97 a 161 km/h).

{module Form RD}

O que é um Derecho?
Um “Derecho” é um evento climático caracterizado por uma linha de tempestades ou chuva intensa associados a ventos muito fortes e normalmente rápidos.

No entanto, as tempestades associadas ao Derecho trouxeram a recuperação de umidade no solo, com o clima chuvoso se estendendo pelos dias seguintes durante a segunda metade da semana. Na verdade, as chuvas aliviam a seca, totalizando entre 1 e 3 polegadas (25 a 76 mm) ou mais, desde as planícies centrais até o Vale do Ohio, justamente quando o milho e a soja plantados mais cedo estavam entrando na fase reprodutiva de desenvolvimento.

Por outro lado, o clima quente e seco se expandiu do sul das planícies até o sudeste, causando estresse nas culturas de verão em fase reprodutiva. No entanto, a umidade do solo no sul era geralmente adequada antes do período de calor, o que ajudou a limitar os impactos nas safras. As condições quentes e úmidas também foram estressantes para o gado no sul do país. Em outras regiões, as chuvas persistentes no oeste foram substituídas por clima mais quente e seco, com vários incêndios florestais no sudoeste sendo observados devido ao calor crescente. No início de julho, o incêndio Pass, no sudoeste do Novo México, já havia consumido quase 60.000 acres (24.281 hectares) de florestas e pastagens.

No geral, as temperaturas em todo o país estavam próximas ou acima da média, com exceção de uma área que se estendia do centro e sul da Califórnia até as planícies centrais. Mesmo dentro dessa região mais fria do que o normal, as temperaturas começaram a subir no final da semana. Em várias áreas, as temperaturas semanais foram pelo menos 2,8°C acima da média, principalmente no noroeste e no centro-sul dos EUA. Apesar de um resfriamento no final da semana, uma área de calor extremo persiste na maior parte do Texas e sul do Novo México.

MONITOR DE SECAS

O monitor de secas apresenta os dados até o dia 27 de Junho, sendo este o monitoramento mais recente. Portanto, não compreende as chuvas causadas pelo Derecho no dia 29 de Junho. Neste monitoramento, ainda há sinais de seca principalmente no Kansas e Nebraska.

Essas condições climáticas variadas têm impactos significativos nas lavouras dos EUA. É importante que os produtores brasileiros estejam cientes dessas circunstâncias para ajustar suas estratégias de manejo e estar preparados para possíveis repercussões nos mercados agrícolas. Monitorar regularmente as atualizações climáticas e as condições das lavouras nos EUA pode fornecer informações valiosas para orientar as decisões de produção e gestão das safras.

Fonte: Aline Merladete | Agrolink

{module Leia Também}

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.