Dólar sobe e volta a superar R$5,20 em final de trimestre de cautela generalizada

O dólar operava em alta contra o real nesta terça-feira, e chegou a superar a marca de 5,20 reais, em final de trimestre marcado por cautela no exterior e tensão política no Brasil.

Às 10:21, o dólar avançava 0,12%, a 5,1878 reais na venda. Em sessão de incerteza, a divisa tocou 5,2083 reais na máxima do dia, mas chegou a cair para 5,1698 na mínima antes de voltar a se aproximar de 5,20 reais.

Na B3, o principal contrato de dólar futuro tinha variação positiva de 0,03%, a 5,197 reais.

“A preocupação com o coronavírus continua, principalmente com os primeiros resultados de março mostrando o real impacto aos investidores”, afirmou a corretora Empiricus em post no Twitter. Os efeitos da pandemia nas cadeias de suprimento e na atividade empresarial são fator que já impulsionam o dólar em quase 30% contra a moeda brasileira em 2020, com uma recessão global iminente elevando à demanda por ativos seguros.

“Mas, enquanto o mundo segue trancando suas portas e paralisando as suas operações, a China, epicentro inicial da doença, começa a se recuperar”, completou a Empiricus.

A atividade industrial da China expandiu inesperadamente em março após um colapso no mês anterior. O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial da China subiu para 52,0 em março, ante mínima recorde de 35,7 em fevereiro, informou nesta terça-feira a Agência Nacional de Estatísticas do país.

O indicador ficou acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

Diante da cautela internacional, mas ainda de olho nos sinais tímidos de recuperação da segunda maior economia do mundo, o dólar tinha comportamento misto ante pares arriscados nesta terça-feira. Rand sul-africano e lira turca tinham leves altas contra a divisa norte-americana, enquanto o peso mexicano rondava a estabilidade e o dólar australiano perdia mais de 1%.

No cenário doméstico, o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro sobre a resposta ao Covid-19 continuava no foco dos investidores.

Recentemente, Bolsonaro tem reforçado sua opinião de que as atividades econômicas não podem parar, e que as pessoas fora do grupo de risco da doença devem voltar ao trabalho normalmente, apesar das recomendações de autoridades da saúde e de governos regionais, que incentivam o isolamento social.

Segundo analistas, as divergências entre as autoridades brasileiras sobre como abordar a pandemia colaboram para a incerteza, impulsionando a busca por segurança.

Na véspera, a moeda norte-americana spot registrou ganho de 1,47%, a 5,1815 reais na venda, segunda maior cotação para fechamento.

Fonte: Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.