El Niño deve voltar este ano e elevar temperaturas globais, diz OMM



Imagem: Adobe Stock


O padrão climático El Niño deve se desenvolver ainda este ano e pode contribuir para o aumento das temperaturas globais, disse a Organização Meteorológica Mundial nesta quarta-feira.

A OMM afirmou que, após três anos do padrão climático La Niña no Oceano Pacífico, que em geral reduz ligeiramente as temperaturas globais, há 60% de chance de que mude para El Niño, sua contraparte mais quente, em maio-julho deste ano.

{module Form RD}

Essa probabilidade aumentará para entre 70% e 80% entre julho e setembro, de acordo com a OMM.

Falando a repórteres em Genebra, Wilfran Moufouma Okia, chefe da divisão regional de serviços de previsão climática da OMM, disse que não há estimativa atual de quanto o El Niño aumentará as temperaturas.

“O El Niño vai aumentar a temperatura globalmente”, afirmou ele. “Sentimos o efeito das temperaturas do El Niño globalmente com um pequeno atraso.”

A OMM disse que não poderia prever a força ou a duração do El Niño.

O ano mais quente já registrado no mundo até agora foi 2016, coincidindo com um forte El Niño — embora a mudança climática tenha alimentado temperaturas extremas mesmo em anos sem o fenômeno.

Durante o El Niño, os ventos que sopram para o oeste ao longo do equador diminuem e a água quente é empurrada para o leste, criando temperaturas mais quentes na superfície do oceano.

Fonte: Gabrielle Tétrault-Farber | Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.