Nestlé, Coca-Cola e Danone enfrentam escrutínio legal por alegações ‘enganosas’ em embalagens de garrafas

Nestlé, Coca-Cola e Danone enfrentam escrutínio legal por alegações 'enganosas' em embalagens de garrafas
Imagem: Pixabay

A gigante suíça de alimentos e bebidas Nestlé, o conglomerado norte-americano de alimentos e bebidas Coca-Cola Company e a corporação global de alimentos Danone enfrentam um escrutínio legal sobre alegações “enganosas” feitas nas embalagens das garrafas, de acordo com um relatório da GreenBiz.

Segundo o relatório, a Nestlé, a Coca-Cola e a Danone comercializam garrafas plásticas de água, apresentadas como sendo 100% recicláveis ou renováveis.

No entanto, diversos grupos ambientais alegaram que o texto era “enganoso”, conforme o relatório de 15 de novembro.

O GreenBiz relatou que a Environmental Coalition on Standards (ECOS), o Bureau Européen des Unions de Consommateurs (BEUC) e a ClientEarth apresentaram um “alerta externo” conjunto à Consumer Protection Cooperation Network (CPCN) da Comissão da UE. Eles alegaram que as marcas poderiam estar cometendo “uma violação generalizada da lei de proteção ao consumidor”.

Rosa Pritchard, advogada da ClientEarth, declarou que atingir uma taxa de reciclagem de ‘100%’ para garrafas não é tecnicamente viável. O fato de as garrafas serem feitas com plástico reciclado não as isenta de causar danos às pessoas e ao planeta.

“Essas alegações – que consideramos enganosas – estão dificultando que os consumidores façam boas escolhas ambientais”, acrescentou Pritchard.

Pritchard considera a circularidade das garrafas plásticas um mito. Ela alerta que alegações nesse sentido podem enganar consumidores, obstaculizando a transição verde. “Os consumidores precisam ter acesso a informações justas e honestas sobre os impactos ambientais dos produtos e informações claras sobre reciclagem.”

A Danone, embora não tenha comentado diretamente sobre a queixa legal, afirmou em comunicado: “Acreditamos na circularidade das embalagens e continuaremos a investir em infraestrutura de coleta e reciclagem.”

Trio de gigantes alimentícios enfrentam ação legal por ‘greenwashing’ nas embalagens plásticas

Por outro lado, a Natural Mineral Waters Europe, representando mais de 550 marcas, incluindo Danone e Nestlé, destacou que o setor segue “estruturas reconhecidas e robustas” para reciclagem e orientação ao consumidor para garrafas PET. A organização também mencionou que “mais melhorias” poderiam ser feitas por meio de regulamentações futuras da UE sobre embalagens e alegações verdes.

Um porta-voz da Nestlé afirmou: “Estamos empenhados em reduzir ativamente a quantidade de embalagens plásticas que utilizamos. Além disso, estamos liderando investimentos e apoiando a circularidade das embalagens em colaboração com nossos parceiros. Comunicamos de maneira clara com os consumidores que buscam fazer escolhas informadas”. A Nestlé reduziu sua quantidade de embalagens plásticas virgens em 10,5% desde 2018 e estamos no caminho certo para chegar a um terço a menos de plástico virgem até o final de 2025.”

A Danone não comentou diretamente a queixa legal feita contra as três empresas no relatório. A empresa afirmou em comunicado: “Acreditamos na circularidade das embalagens. Continuaremos a investir e liderar a campanha por uma melhor infraestrutura de coleta e reciclagem com nossos parceiros.”

No comunicado, a empresa também mencionou um progresso real na redução do uso de plástico de uso único e plástico virgem, destacando uma redução absoluta de 10% desde 2018.

Fonte: Oils & Fats International

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.