Oferta de boiadas melhora, mas preços seguem andando de lado

A oferta de boiadas melhorou, contudo, não foi suficiente para que as indústrias pressionassem o mercado, na última quarta-feira (22/5). Nas praças onde o preço da arroba vem caindo, como em Goiás, por exemplo, além da maior disponibilidade de boiadas, a busca por gado foi calma, em relação às outras regiões, o que tem resultado em desvalorizações.

Na média das trinta e duas praças pesquisadas, a cotação do boi gordo ficou estável desde o início da segunda quinzena de maio, período normalmente com menor escoamento de carne. A desova final de safra ocorrendo compassadamente este ano colabora com este cenário. A exportação, que está em bom ritmo, é outro ponto que também tem limitado a desvalorização, sobretudo nesta segunda quinzena de maio. No mercado atacadista de carne bovina com osso, o boi casado de animais castrados ficou cotado em R$10,00/kg, alta de 0,8% desde o início do mês e de 7,3% na comparação anual.



Postagem | Marina Carvejani 
Autor | SCOT CONSULTORIA
Fonte | AGROLINK