Pressão de baixa sobre os preços do sebo

A procura por sebo está, aos poucos, diminuindo e, com isso, o viés de baixa tem ganhado força nas últimas semanas. Entretanto, ainda há negócios ocorrendo até mesmo acima da referência. Mesmo que pontuais, estes têm limitado as desvalorizações.

No Brasil Central, o sebo está cotado, em média, em R$2,40/kg, livre de imposto. Apesar da queda de 4,0% em relação ao início do mês, a cotação teve alta de 6,7% na comparação anual. No Rio Grande do Sul, o produto está cotado em R$2,60/kg, nas mesmas condições. Para o curto prazo a expectativa é de que a oferta maior que a demanda mantenha a pressão de baixa.

Fonte: Agrolink | Autor: SCOT CONSULTORIA