Prorrogada retirada da vacina contra aftosa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou esta semana que estará prorrogando para o mês de maio do ano de 2020 retirada da vacina contra a febre aftosa no Acre e em Rondônia. As informações foram divulgadas no portal da Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). 
 

De acordo com o calendário do Plano Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), a última etapa de imunização do rebanho bovino e bubalino destes estados seria em maio deste ano. “A medida veio após a constatação de que o bloco não teria condições de garantir ao produtor rural e ao governo a retirada da vacina no cronograma inicialmente proposto”, informou o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ricardo Nissen. 
 
“Durante a reunião realizada em Porto Velho – RO, nos dias 26 e 27 de março de 2019, foram apresentadas as ações realizadas nos estados do Bloco I, e após avaliação técnica do trabalho, foi consenso de que o Bloco não teria condições de garantir ao produtor rural e ao governo a retirada da vacinação no calendário”, indicou a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em um comunicado. 
 
“Isto porque ainda faltam algumas etapas, como construções de postos de fiscalização e a execução de estudos epidemiológicos. Desta forma, visando uma maior segurança no cumprimento do Plano, foi pactuado que as regiões participantes do Bloco I deverão realizar a vacinação no segundo semestre de 2019, conforme calendário regional”, completa a organização. 

Fonte: Agrolink | Autor: Leonardo Gottems