Procolombia apresenta novo diretor

Nicolás Casasfranco e Maria Catalina Galvis, da Procolombia
A Procolombia aproveitou a realização da sétima edição da WTM Latin America para apresentar seu novo diretor ao mercado brasileiro. Desde a última segunda-feira (1) no cargo, Nicolás Casasfranco tem a missão de continuar com a aproximação entre a Colômbia e o Brasil. No último ano, cerca de 200 mil brasileiros visitaram o país vizinho, representando um aumento de 7% em relação a 2017.



“Atualmente, o Brasil é o terceiro mercado mais importante para o Turismo da Colômbia, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Argentina, mas o potencial de crescimento é imenso. Brasileiros e colombianos são povos muito parecidos, com características e maneiras muito similares de encarar e aproveitar a vida. Ambos possuem uma diversidade incrível e sabem viver de um jeito leve”, comentou Casasfranco.

No último ano, mais de quatro milhões de estrangeiros visitaram a Colômbia, tendo as cidades de Bogotá, Medellín, Cartagena e San Andrés como principais destinos. Na comparação com 2017, o acréscimo foi de 8% e, de acordo com estudo realizado pela Amadeus, o número de reservas vindas do Exterior deve crescer 16% ao longo do primeiro semestre de 2019.

“A Colômbia segue evoluindo como país, com mais estabilidade econômica e segurança, o que acaba refletindo no crescimento do Turismo. Apenas em janeiro deste ano, tivemos 56 mil pessoas embarcando em navios a partir de Cartagena, por exemplo, enquanto 380 mil cruzeiristas aproveitaram o porto da cidade ao longo de 2018. Pela via aérea, nossas rotas com o Brasil têm ocupação média de 80%”, comemorou o novo diretor da Procolombia.

Segundo Nicolás Casasfranco, eventos em parceria com a Braztoa serão realizados em cidades como Salvador e Florianópolis como forma de estimular as vendas para a Colômbia além de pólos como São Paulo e Rio de Janeiro. Neste ano, a campanha de promoção internacional do país chama-se “Siente el Ritmo” (Sente o Ritmo, em português) e está focada na riqueza e na diversidade musical e cultural colombiana.

Fonte: PANROTAS | Autor: Marcel Buono