Soja: Mercado tem leves baixas nesta feira em Chicago realizando lucros

Sexta-feira de leves baixas para a soja na Bolsa de Chicago. Depois de fechar o pregão anterior em alta, os futuros da oleaginosa perdiam pouco mais de 3 pontos na manhã deste 21 de junho, por volta de 7h50 (horário de Brasília), com o julho valendo US$ 9,12 e o agosto, US$ 9,18 por bushel.

O mercado segue seu movimento de ajuste e reposicionamento, principalmente, à espera do novo boletim de área de plantio da safra 2019/20 que  será reportado na próxima sexta-feira (28). Além disso, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz novas regras para o Prevent Plant que podem influenciar as decisões dos produtores rurais.

Além disso, segue o foco também sobre as previsões climátiacas para o Corn Belt, que ainda indicam a continuidade das chuvas no cinturão. E os volumes maiores agora, de acordo com o mapa trazido pelo NOAA nesta sexta, esperados para estados ligeiramente mais a oeste como Missouri, Kansas, Nebraska, todos ainda no coração das regiões produtivas. Iowa também pode receber, até 28 de junho, mais de 80 mm de precipitações. 

NOAA 7 dias

As negociações comerciais dos EUA com uma série de países também seguem no radar dos traders. Para a soja, a atenção maior está sobre a China, porém, o mercado se atenta ainda às relações dos americanos com o México, o Canadá, a União Europeia e o Japão, segundo explicam analistas internacionais.

Todos os olhos se voltam agora para a nova reunião do G20 que acontece em Osaka, no Japão, entre 28 e 29 de junho, onde Donald Trump e Xi Jinping podem voltar a se encontrar para retomar as negociações entre as duas maiores economias do mundo.





Postagem: Marina Carvejani
Autor: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas