Junho registra baixa comercialização de arroz

Em junho, beneficiadoras consultadas pelo Cepea estiveram recuadas, preferindo trabalhar com estoque já adquirido ou apenas fazer liquidações do arroz em casca armazenado nos próprios depósitos. A insatisfação quanto ao volume de venda de arroz beneficiado e a “queda de braço” quanto aos valores do fardo junto aos setores atacadista e varejista enfraqueceram ainda mais a procura compradora.

Assim, de 31 de maio a 28 de junho, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, cedeu 2%, fechando a R$ 43,45/sc de 50 kg no dia 28. Especificamente nos últimos sete dias (25 de junho a 2 de julho), o casca se desvalorizou 0,7%, indo a R$ 43,25/sc de 50 kg no dia 2.

Apesar do recuo nos valores da saca, produtores consultados pelo Cepea disponibilizaram seus lotes conforme as necessidades de “fazer caixa” e de efetuar pagamentos dos compromissos de safra. Entretanto, corretores ressaltaram o baixo ritmo de comercialização ao longo de junho, com ausência de ofertas de compra e venda, principalmente para o arroz “livre” (armazenado nas propriedades rurais).






Postagem: Marina Carvejani
Autor:  CEPEA/ESALQ 
Fonte: Agrolink