Óleo de neem pode controlar mais de 500 espécies de insetos e ácaros

“Diversos resultados de pesquisas realizadas a campo e em laboratório têm demonstrado a ação inseticida do óleo de neem (Azadirachta indica) em várias lagartas-pragas”. A informação é de Gerson Adriano Silva, professor de Entomologia Agrícola do Laboratório de Entomologia e Fitopatologia – Universidade Estadual Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF).

 

Segundo ele, a ação inseticida do óleo de neem já foi comprovada em mais de 500 espécies de insetos e ácaros. O professor destaca os resultados obtidos contra insetos pertencentes a espécies de lagartas, besouros, mosca, pernilongos, moscas-brancas, cochonilhas, percevejos, pulgões, tripes, pulgas, ácaros e carrapatos.

“O óleo de neem pode ser utilizado para o controle de pragas na agricultura orgânica e convencional. Dentre as lagartas controladas pelo óleo de neem destaca-se a traça-do-tomateiro (Tuta absoluta), broca-pequena (Neoleucinodeselegantalis) e broca gigante (Helicoverpa zea) no tomateiro, lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) no milho, bicho-mineiro (Leucopteracoffeella) no café, larva-minadora-das-folhas (Phyllocnistiscitrella) em citros e traça-das-crucíferas (Plutellaxylostella) no repolho; o complexo de lagartas que atacam a soja, o algodão e fruteiras”, alista.

 
 

O especialista explica que a ação inseticida do óleo de neem deve-se, em grande parte, a dois grupos de moléculas: os triterpenos e os limonoides. A azadirachtina é o triterpeno com maior atividade inseticida presente no óleo. A ação inseticida do óleo de neem sobre os insetos deve-se à inibição da alimentação; ação repelente à oviposição; efeitos neuroendócrinos, inibição do desenvolvimento de insetos imaturos e pode causar a morte por intoxicação aguda.

O óleo de neem é extraído da prensagem a frio de sementes da árvore de neem, uma planta originária da Ásia e caracterizada por apresentar crescimento rápido, tolerância ao estresse hídrico e a solos pobres em nutrientes. De acordo com Gerson Silva, uma planta adulta pode chegar a 20 metros de altura e a 80 cm de diâmetro de tronco. A produção de sementes inicia com três a cinco anos de plantio, com média de produtividade superior a 25 kg/planta.

 

“É importante salientar que o óleo de neem apresenta ação potencializada contra lagartas em estágios iniciais de desenvolvimento, e à medida que lagartas aproximam do momento de empupar a suscetibilidade ao óleo diminui. Uma das grandes vantagens do óleo de neem no controle de lagartas, em relação aos inseticidas convencionais, é o baixo risco de desenvolvimento de resistência, graças à composição complexa do óleo, formado por mais de 150 compostos biologicamente ativos”, conclui.

Agrolink