Abrafrigo pede mudança na legislação sanitária

Nesta terça-feira (24.05) a A Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO) encaminhou um ofício a ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária solicitando “uma urgente e eficaz revisão da legislação sanitária vigente que possa estabelecer os padrões microbiológicos de alimentos para consumo humano, em especial a incoerência da questão da Salmonella”, cuja presença nas carnes levou a suspensão da produção e comercialização de alguns produtos de empresas em decorrência da Operação “Carne Fraca”, da Policia Federal.

 

De acordo com a entidade, que representa frigoríficos responsáveis por aproximadamente 50% da produção de carne bovina no mercado brasileiro, “a legislação atual, emanada tanto do Ministério da Agricultura, do Ministério da Saúde e da própria ANVISA é dúbia, subjetiva e contraditória”. Ela, ao mesmo tempo considera a presença da salmonela como infração legal que pode levar a multa de até R$ 500 mil, e também considera a presença de Salmonella spp. como possível e aceitável.

 

 

 

No seu ofício, a ABRAFRIGO pede em caráter urgente e definitivo, que “se busquem normas regulatórias que ofereçam segurança para o consumidor e se respeite o direito das empresas em trabalhar com parâmetros legais certos e definidos”.


 

Fonte: Agrolink