Bahia Farm Show pode se tornar maior feira neste ano

Em sua 13ª edição a Bahia Farm Show pode já alcançar o status de 2ª maior feira agrícola do Brasil. Essa é a expectativa dos organizadores daquela que já é considerado o “maior palco” do agronegócio nas Regiões Norte e Nordeste ouvidos pelo Agrolink.

 

A abertura oficial do evento, ocorrida na manhã desta terça-feira (30.05), contou com a presença das maiores lideranças do setor na região e de políticos do Estado da Bahia. O presidente da feira e da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Celestino Zanella, deu as boas vindas e entregou uma placa comemorativa ao Sr. Odacil Ranzi, agricultor símbolo do pioneirismo que completou 37 anos da chegada ao oeste baiano.

O prefeito do município de Luís Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira, enalteceu a presença dos principais bancos de atuação no agronegócio. Adiantou que apenas o Banco do Brasil já garantiu R$ 1 bilhão para o financiamento das compras durante a feira, e que o Bradesco não estipulou sequer limite para injetar no crédito ao agricultor da região.

 

 

 

Oziel adiantou ainda a assinatura de um convênio com os governos do estado e federal para dobrar a arrecadação com ITBI para direcionar todos os recursos para a melhoria de estradas e da infraestrutura da cidade e arredores. Com essas medidas, a ideia é transformar Luís Eduardo Magalhães no "polo agrícola do oeste”.

O secretário de Agricultura da Bahia, Vitor Bonfim, anunciou planos ousados: aumentar dos atuais 160 mil hectares para nada menos que um milhão de hectares irrigados no estado. Para atingir essa meta, ele revelou uma cooperação técnica com o Estado de Nebraska (EUA), que possui características de solo similares e já irriga quatro milhões de hectares.

Fonte: Agrolink