Guerra comercial com EUA abre oportunidades para América do Sul no México

A administração do presidente Donald Trump têm criticado acordos de livre comércio e o que chama de “práticas injustas” supostamente vindas do México que estariam prejudicando o complexo industrial dos Estados Unidos. No entanto, consequências indesejadas já tem sido percebidas na economia norte-americana e o setor mais afetado é o agronegócio.

 

 

O México, um dos maiores compradores de alimentos dos Estados Unidos, têm anunciado a busca de novas fontes de fornecimento justamente nos grandes concorrentes. A ideia é diminuir as compras dos vizinhos do norte mesmo antes de qualquer tipo de mudança no Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta).

A Argentina tem negociado a entrada de ovos frescos. Diplomatas mexicanos já anunciaram a autorização de futuras importações de arroz brasileiro. A Argentina tenta liberar os seus limões e outros sucos para mesas mexicanas. Trazer carne bovina de ambos países sul-americanos também está sendo considerado, mas uma questão permanece: a Argentina e o Brasil serão capazes de suprir milho e soja para o México substituindo os Estados Unidos?

 

 

Os mexicanos já dizem que o milho sul-americano será livre de sobretaxas, informa reportagem do Portal Agriculture.com assinada pelo correspondente do site na América do Sul, Luis Vieira.

More

Emater realiza Dia de Campo da Cultura de Mandioca

A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) realizará no dia 03 de junho (sábado) o Dia de Campo da Cultura da Mandioca de Mesa, em Águas Lindas de Goiás (GO). O Dia de Campo é destinado aos produtores rurais do município e técnicos da Unidade Regional Planalto da Emater. O evento tem como objetivo apresentar quatro variedades de mandioca de mesa com alta produtividade, além de inaugurar uma unidade de observação para acompanhar resultados da melhor variedade que se adapta a região.

More

Oferta brasileira derruba soja em Chicago Análise Agrolink

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (18.04) baixa de 7,25 centavos de Dólar no contrato de Maio/17, fechando em US$ 9,46 por bushel. O contrato de Julho/17 caiu 7,50 centavos de Dólar, enquanto o vencimento de Agosto/17 desvalorizou 7,25 centavos de Dólar.

More

Canadá quer dobrar área de soja em 10 anos

O Canadá possui uma grande meta para plantio de soja até 2027: chegar aos 4,04 milhões de hectares anuais. A superfície seria praticamente o dobro da atual, de olho na crescente demanda chinesa pela oleaginosa, segundo reportagem do site Agriculture.com, que esteve presente no Simpósio Soy Canada.

More

Produtor brasileiro prefere combinação de tecnologias nos transgênicos

Na hora de escolher a semente transgênica, o produtor brasileiro prefere a combinação de tecnologias RI/TH (tolerante a insetos e herbicidas) tanto na soja como no milho e algodão. É o que aponta o “3º Levantamento de Adoção da Biotecnologia Agrícola no Brasil, Safra 2016/17”, produzido pela Consultoria Céleres.

More

Preço do milho cai com realização de lucros Análise Agrolink

O preço do milho na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na segunda-feira (17.04) baixa de 4,50 centavos de Dólar nos contratos de Maio/17, fechando em US$ 3,665 por bushel. As demais posições em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações de 4,25 e 4,75 pontos.

 
More

DLL terá R$ 109 milhões em limite de crédito pré-aprovado na Agrishow

Pensando em facilitar o acesso dos produtores rurais à novas tecnologias, o Banco DLL estará presente na Agrishow 2017 com R$ 109 milhões em limite de crédito pré-aprovado para a feira, que ocorre de 1º a 5 de maio, em Ribeirão Preto (SP). O foco da ação, explica o gerente de risco do DLL, Paulo Rocha é se antecipar às necessidades dos agricultores, atuando na retenção dos clientes do banco bem como na prospecção de novos.

More