El precio del trigo brasileño llega a EE.UU.

Com a isenção de TEC (Tarifa Externa Comum) concedida pelo governo aos Estados Unidos, o preço do trigo norte-americano posto moinhos de São Paulo ficou igual ao preço do trigo paranaense, tirando-lhe o mercado. “Porque é aparentemente melhor e se torna mais competitivo do que o trigo argentino”, aponta o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica.

O trigo dos EUA estaria chegando aos moinhos paulistas a R$ 1.155,70/tonelada, contra R$ 1.150,00 do trigo do Paraná e R$ 1.253,26/tonelada do trigo argentino. Isso representaria uma diferença de 8,44% a favor do trigo americano. 

“Contudo, parece que, antes de começar o primeiro embarque, há que discutir a forma como estas importações ocorreriam, se de forma proporcional ao volume de importações do ano passado, se por estado, por pedido puro e simples, etc. de modo que muitos analistas acreditam que podem demorar, não afetando esta temporada (que acaba em 31 de julho) e somente causando impacto a partir de maio de 2020”, explica Pacheco.

FUNDAMENTOS

Ainda de acordo com o analista da T&F, por enquanto, não há fundamentos para uma alta do trigo a curto prazo. A notícia sobre o mercado de trigo mais otimista nos últimos 30 dias foi o anúncio feito pelo Brasil da liberação de uma cota de 750 mil toneladas de importação de trigo livre de impostos para países de fora do Mercosul, mas, nem mesmo isto deu alento às cotações de Chicago, que não mudaram de patamar significativamente.

“No Brasil, para o segundo semestre, tudo vai depender também do clima. Se ele ajudar, o país deve colher uma safra maior do que a safra anterior, não os 6,6MT anunciados na semana passada, mas algo ao redor de 6,0 MT, também não diante do aumento de área, mas de rendimento, porque o clima deverá ser chuvoso no inverno. Com isto, as importações deverão reduzir um pouco. Outro anúncio importante foi feito pela Abitrigo, de que a moagem dos moinhos brasileiros em 2018 foi de 12,2 milhões de toneladas, contra as 11,41MT estimadas pela Conab”, conclui Pacheco.

Por: Agroenlace | Autor: Leonardo Gottems

Facebook
gorjeo
LinkedIn

Aboissa apoya

Manténgase al tanto de las noticias
Es mejores oportunidades del
agronegocios – ¡regístrate ahora!

Asia

Arabia Saudita

bangladesh

Porcelana

Singapur

Corea del Sur

Emiratos Árabes Unidos

Filipinas

India

Indonesia

Irak

Jordán

Líbano

Malasia

Omán

Katar

Turquía

Vietnam

Hong Kong

America

Argentina

Bolivia

Brasil

Canadá

Chile

Colombia

Ecuador

Estados Unidos

Guatemala

islas vírgenes británicas

México

Nicaragua

Panamá

Paraguay

Perú

Uruguay

Surinam

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

Sudáfrica

Argelia

Camerún

Costa de Marfil

Egipto

Liberia

Marruecos

Sierra Leona

Sudán

Kenia

Túnez

Islas Mauricio

Europa

Albania

Alemania

Bélgica

Bulgaria

España

Finlandia

Francia

Inglaterra

Italia

Lituania

Polonia

Portugal

Rusia

Turquía

Serbia

Suecia

Suiza

Ucrania

Chipre

Estonia

Irlanda

Rumania

Oceanía

Australia

Nueva Zelanda

¡Solicitar presupuesto!

Complete el formulario y obtenga soporte para las necesidades de su negocio.
Nuestros expertos están listos para ofrecer soluciones personalizadas.

*Actualmente no trabajamos con intermediarios.

Al facilitar mis datos, acepto las Política de privacidad.