Lavouras de milho verão 2022/23 do Paraná apresentam piora nas condições, indica Deral


Imagem: Pixabay


O Departamento de Economia Rural (Deral), vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (SEAB), informou que as lavouras de milho verão da safra 2022/23 se dividem entre as fases de crescimento vegetativo (21%), floração (35%), frutificação (40%) e maturação (4%). No momento, 79% das lavouras de apresentam boas condições de desenvolvimento, 18% estão em situação média e 3% ruins na área cultivada de 383,9 mil hectares. Ela deve ficar 10% aquém dos 432,1 mil hectares cultivados na safra verão 2021/22.

No dia 19 de dezembro, 82% das lavouras estavam em boas condições, 16% em situação média e 2% ruins, com 38% na fase em crescimento vegetativo, 36% em floração, 25% em frutificação e 1% em maturação.

{module Form RD}

A safra de verão 2022/23 de milho no Paraná está estimada 3,734 milhões de toneladas, alta de 25% frente às 2,963 milhões de toneladas colhidas na 1a safra 2021/22. A produtividade para a 1a safra 2022/23 é estimada em 9.727 quilos por hectare, acima dos 7.005 quilos por hectare da safra anterior (2021/22).


Feijão

Para o feijão, o Deral informou que a colheita da 1a safra 2022/23 chegou a 15% no estado. As lavouras se dividem entre as fases de crescimento vegetativo (8%), floração (21%), frutificação (42%) e maturação (29%), com 61% em boas condições, 36% em condições médias e 3% ruins.

No dia 19 de dezembro, a colheita atingia 7% da área, com 61% das lavouras em boas condições, 35% em situação média e 4% ruins, com 15% das lavouras na fase de crescimento vegetativo, 35% em floração, 35% em frutificação e 15% em maturação.

O Deral estimou que a produção da 1a safra de feijão em 2022/23 deve chegar a 203,2 mil toneladas, 4% acima das 195,6 mil toneladas na safra anterior (2021/22).

A área plantada na 1a safra 2022/23 foi estimada em 110,3 mil hectares, 21% abaixo dos 139,3 mil hectares plantados na safra anterior (2021/22). A produtividade é estimada em 1.842 quilos por hectare, alta ante os 1.404 quilos por hectare da safra 2021/22.

Fonte: Gabriel Nascimento | Safras & Mercado

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.