Lucros da Bunge caem 11% no terceiro trimestre

Lucros da Bunge caem 11% no terceiro trimestre
Imagem: Freepik

Os lucros do terceiro trimestre da Bunge, gigante global do agronegócio, caíram 11% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Os ganhos no segmento caíram de US$ 528 milhões no mesmo trimestre do ano passado para US$ 472 milhões, anunciou a empresa em 26 de outubro.

Os volumes do agronegócio foram de 18,85 milhões de toneladas em comparação com 19,62 milhões de toneladas no terceiro trimestre de 2022. As vendas totalizaram US$ 10,08 bilhões, abaixo dos US$ 11,74 bilhões no terceiro trimestre do ano anterior.

“Os resultados ajustados do agronegócio … caíram em comparação com o ano passado, pois um desempenho ligeiramente superior no processamento foi mais do que compensado por resultados mais baixos no merchandising”, disse o diretor financeiro da Bunge, John W. Neppl, citado pela World Grain em 27 de outubro, após uma teleconferência com analistas no dia anterior.

Bunge reporta desafios e oportunidades em resultados

“No processamento, os resultados mais altos na originação de soja no Brasil, na Ásia e na América do Norte foram amplamente compensados pelos resultados afetados pela seca na Argentina. Os resultados na Europa ficaram em linha com os do ano passado, pois o melhor desempenho em sementes macias foi compensado por resultados mais baixos no esmagamento de soja.”

O lucro ajustado antes de juros e impostos (EBIT) na divisão de Óleos Refinados e Especiais foi de US$ 230 milhões, acima dos US$ 195 milhões registrados no terceiro trimestre de 2022. As vendas no trimestre foram de US$ 3,6 bilhões, abaixo dos US$ 4,3 bilhões.

“Os resultados mais altos de óleos especiais de refino foram impulsionados principalmente pela América do Norte”, disse Neppl. “Resultados mais altos na Ásia, liderados por nosso negócio na Índia, também contribuíram para o melhor desempenho. Os resultados na América do Sul e na Europa foram menores.”

O lucro líquido geral da Bunge no terceiro trimestre encerrado em 30 de setembro totalizou US$ 373 milhões, abaixo dos US$ 380 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Apesar dos ganhos ligeiramente anuais, a Bunge elevou sua perspectiva de lucro ajustado por ação para o ano inteiro de 2023 para pelo menos US$ 12,50, acima de uma previsão anterior de US$ 11,75 por ação emitida no início de agosto, devido ao sólido progresso nas iniciativas de crescimento e sua fusão pendente com a Viterra.

Tendência de crescimento e estratégias

Após a publicação dos resultados do terceiro trimestre, o preço das ações da Bunge subiu para US$ 108,27 no pregão do meio-dia de 26 de outubro. Isso representou um aumento de 5,9% em relação ao fechamento de US$ 102,18 no dia anterior, conforme relatado pela World Grain.

Olhando para o futuro, o CEO da Bunge, Gregory A. Heckman, afirmou que a fusão com a Viterra impulsionaria o crescimento de longo prazo. Além disso, isso ocorreria com maior diversificação em clientes, ativos, regiões geográficas e culturas.

“Alcançamos um marco importante em nossa combinação estratégica com a Viterra. Obtivemos um apoio esmagador dos acionistas para a transação. Esperamos acelerar o crescimento da Bunge”, acrescentou Heckman.

Na área de agronegócios, a Bunge espera resultados superiores ao ano anterior devido ao processamento. Além disso, no setor de óleos refinados e especiais, prevê resultados melhores que o recorde do ano passado.

No período de nove meses encerrado em 30 de setembro, a Bunge registrou um lucro líquido de US$ 1,63 bilhão. Isso representa um aumento de 28% em relação aos US$ 1,27 bilhão no mesmo período do ano anterior. O lucro por ação também subiu, passando de US$ 8,30 para US$ 10,71. Portanto, a perspectiva da Bunge é otimista, destacando um futuro promissor após essa fusão estratégica com a Viterra.

Fonte: Oils & Fats International

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.