Mato-grossenses embarcaram para Missão Agrihub Israel 2017 nesta quinta (03.08)

Um grupo de 14 produtores rurais e colaboradores do Sistema Famato/SENAR-MT embarcaram, nesta quinta-feira (03.08), para Missão Agrihub Israel 2017. Além de divulgar o Projeto Agrihub, o objetivo é buscar conhecimento sobre novas tecnologias para o setor agropecuário e entender melhor a relação entre empresas, startups e entidades governamentais. Ao todo serão 20 reuniões de trabalho. O grupo segue cheio de expectativa em busca de conhecimento e informações. 

Israel é um país do Oriente Médio que faz fronteira com o Líbano, a Síria, a Cisjordânia, a Jordânia e o Egito e foi escolhido por ser considerado um dos mais avançados quando o assunto é tecnologia. Apesar de ser considerado pequeno, Israel é sede de pelo menos 500 empresas somente do setor de ciências e tecnologia. Vale destacar que pelo menos 40% da verba do país é destinada ao progresso científico.

Desde a sua fundação, Israel investe em pesquisas. Primeiro para resolver as dificuldades encontradas em sua terra infértil e, depois acabou tornando-se o pioneiro em biotecnologia agrícola, irrigação por gotejamento, solarização dos solos, reciclagem de águas de esgoto para uso agrícola e utilização do enorme reservatório subterrâneo de água salobra do Negev.
Os produtores mato-grossenses que participam desta missão têm interesse em conhecer melhor todas as inovações empregadas no desenvolvimento de cada uma destas tecnologias. A ideia é trazer conhecimento e informação para agregar tanto no projeto Agrihub, como nas propriedades rurais.

A expectativa do grupo é grande. Uma das visitas será na Trendlines Agtech – Incubadora que descobre, investe e incuba empresas de tecnologia nas áreas médica e agrícola. As empresas escolhidas recebem apoio para maximizar suas oportunidades de sucesso. A Trendlines ajuda no planejamento de fusões e aquisições e ranqueamento em Bolsas de Valores. Desde 2007 quando iniciou suas atividades já incubou mais de 60 empresas. A meta é investir entre oito e 10 empresas por ano.

Outra visita que está sendo aguardada com muita expectativa é a do Centro Volcani – ARO: Organização de Pesquisa Agrícola, localizado no campus do Centro Volcani, na região de Bet-Dagan, próximo a Tel Aviv. A ARO coordena seis Institutos, responsáveis por Ciência das Plantas, Ciência Animal, Proteção de Plantas, Ciências dos Solo, Água e Meio Ambiente, Engenharia Agrícola e Ciências de Pós Colheita e Alimentos. A ARO também opera quatro estações de pesquisas em regiões diferentes do país e serve de centro de testes para produção e equipamentos agrícolas. 

Fonte: Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.