Mercado de agroquímicos para trigo cresce 60%



Imagem: Pixabay


Condições mundiais impulsionaram a safra de trigo, que demandou mais insumos.

O mercado brasileiro de pesticidas para o trigo movimentou R$ 2,4 bilhões na safra 2022, revelou o estudo anual FarmTrak Trigo, da consultoria Kynetec. O faturamento registrado na temporada passada representou aumento de 60% na comparação com os R$ 1,5 bilhão movimentados no ciclo anterior.

{module Form RD}

De acordo com a Kynetec, o conflito no Leste europeu, bem como os problemas climáticos na Argentina e o câmbio favorável às exportações do Brasil impulsionaram a safra de trigo, que demandou mais insumos. Conforme o FarmTrak, o trigo já é a quinta maior cultura em transações com pesticidas no Brasil, atrás apenas da soja, cana-de-açúcar, do milho e algodão.

“As exportações de trigo se encontram em níveis históricos, reforçando a necessidade de mais produtividade”, justifica Gabriel Pedroso, analista de inteligência de mercado da consultoria. Segundo Pedroso, a área cultivada do cereal novamente avançou e ocupou 2,7 milhões de hectares na última safra.

A Kynetec, diz o executivo, apurou crescimento médio de 9% das áreas de plantio nos últimos cinco anos. Os principais estados produtores, Rio Grande do Sul e Paraná, abrigam 91% da área coberta no estudo: 1,4 milhão de hectares e 1,1 milhão de hectares.

Em relação às exportações, a pesquisa destaca que os embarques do cereal de inverno totalizaram 2,5 milhões de toneladas, apesar do consumo interno na faixa de 12,3 milhões de toneladas, ou 2,8 milhões de toneladas acima da produção recorde de 9,5 milhões de toneladas, projetadas pela Conab no ciclo 2022.

Conforme a Kynetec, os herbicidas lideraram a comercialização de agroquímicos em trigo, com R$ 1,2 bilhão em vendas e 47% do total, um crescimento de 103% frente à safra 2021. Fungicidas foliares aparecem na segunda posição: R$ 743 milhões ou 30% do total, alta de 47%. Inseticidas foliares e insumos para tratamento de sementes mantiveram a participação: cada segmento acumulou 10% das vendas, R$ 224 milhões e R$ 177 milhões.

“Além do aumento de preços de insumos observado no segmento de herbicidas, alguns manejos tecnológicos também empurraram para cima essa categoria, como índices mais representativos de utilização de produtos para dessecação de colheita, graminicidas em dessecação de plantio e aplicações em pré-emergência”, ressalta Gabriel Pedroso. De acordo com ele, estes produtos totalizaram R$ 540 milhões.

Pedroso acrescenta ainda que na categoria fungicidas o controle da ferrugem do trigo permanece o alvo principal alvo, equivalente a R$ 378 milhões. O executivo lembra ter havido também aumento de 6% na adoção de produtos para manejo da doença oídio, para R$ 101 milhões. Insumos para manchas foliares e doenças de espiga arrecadaram R$ 222 milhões e R$ 35 milhões.

“No geral, o principal alvo das aplicações de agroquímicos no trigo é o capim azevém, que consome 18% do valor desembolsado pelo produtor ou R$ 450 milhões”, salienta Pedroso. Entre os inseticidas, finaliza ele, a maior movimentação se deu para ‘pulgões’, em torno de 60% ou R$ 134,4 milhões.

Fonte: Leonardo Gottems | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.