Mesmo no pior cenário por covid-19, PIB agropecuário deve subir 1,3%, diz Ipea

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) avalia que mesmo no pior cenário no âmbito do impacto da pandemia do novo coronavírus, o Produto Interno Bruto (PIB) do setor agropecuário terá alta de 1,3% este ano, segundo divulgado nesta terça-feira, 26, na Carta de Conjuntura da entidade.

O índice revela ligeira queda em relação à previsão de alta de 1,4% estimado no Boletim Agro de abril. O novo cenário conta com resultado mais positivo da lavoura, alta de 2,8%, ante 2,7% anteriormente, mas queda de 2% da pecuária, ante redução de 1,5% no boletim de abril.

Levando em conta os prognósticos da safra deste ano do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse crescimento pode atingir 2,5% este ano, e com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), de 2,3%.

“O Grupo de Conjuntura simulou o PIB agropecuário para o cenário de estresse, em que parte da produção é mais afetada por eventos adversos, especialmente os relacionados à pandemia de covid-19”, disse o Ipea no documento.

De janeiro a abril de 2020, os dados do comércio exterior da cadeia do agronegócio mostram aumento de 7%, em valor, comparado com igual período do ano passado. Já nas importações de insumos para agropecuária, a queda foi de 16% em valor no mesmo período. “Certamente a desvalorização do real de mais de 20% contribuiu fortemente para a queda das importações, inclusive entre os produtos mais importantes para o setor”, afirmou o Ipea.

A importação de defensivos agrícolas caiu 12% em valor e 16% em volume; adubos caíram 33% em valor e 12% em volume; e a de compostos heterocíclicos, usado na produção de medicamentos veterinários, caiu 23% em valor e 22% em quantidade.

Em meio à pandemia, o Ipea registra que o crédito rural teve crescimento de 26,8% no volume total no bimestre março-abril, que segundo a entidade é fruto de um esforço do governo e das entidades integrantes do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR) para amenizar o impacto da covid-19.

Em abril, o volume de crédito acumulado em 12 meses subiu para R$ 189,5 bilhões, 1,8% maior do que em março e 8,1% a mais do que no mesmo mês de 2019.

Fonte: Suinocultura Industrial

LEIA TAMBÉM:

{module 441}

{module 442}

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.