Ministério da Agricultura da Bulgária propõe projeto de cotas para importações ucranianas

Ministério da Agricultura da Bulgária propõe projeto de cotas para importações ucranianas
Imagem: Pixabay

O Ministério da Agricultura da Bulgária propôs a implementação de cotas preliminares para determinadas importações ucranianas, como semente de girassol e óleo de girassol, conforme relatado pelo AgriCensus.

No entanto, o funcionamento e a data de início das cotas não foram esclarecidos, conforme indicado no relatório de 11 de dezembro.

Enquanto isso, muitos comerciantes ucranianos de girassol ainda aguardam a documentação adequada para realizar exportações, de acordo com o mesmo relatório.

Um comunicado oficial búlgaro revelou que o ministério expandiu a lista de produtos agrícolas e alimentos permitidos para importação, segundo o AgriCensus. A lista abrange trigo, semente de girassol, colza e milho. Inclui óleo de girassol refinado e não refinado, açúcar branco, leite em pó, mel e framboesas congeladas. Desde dezembro, esses produtos seguem um regime de licença de importação. Todos os procedimentos foram concluídos, conforme detalhado no relatório de aprovação.

No momento do relatório, o ministério estava em discussão sobre cotas específicas, sendo 923.033 toneladas para sementes de girassol, 79.500 toneladas para óleo de girassol e 11.711 toneladas para óleo de girassol refinado. As autoridades determinaram oficialmente o volume da cota com base na safra de 2023, nos estoques remanescentes de 2022, no consumo, nos volumes de colheita e em outros fatores.

Impacto das cotas, escassez de documentação e perspectivas de produção na Bulgária e Ucrânia

Fontes de mercado não esperavam aprovação imediata das cotas, pois o ministério planejava se reunir com associações búlgaras para discutir o assunto. Como mencionado no AgriCensus, apresentaríamos uma minuta ao Parlamento Europeu em Bruxelas após essa reunião.

Em busca de sementes de girassol, empresas búlgaras enfrentaram inadimplência ao importar da Ucrânia devido à falta de documentação necessária, segundo fontes de mercado. A safra de girassol na Bulgária para 2023/24, conforme a última atualização da Comissão Europeia, diminuiu 23% em relação à temporada anterior, totalizando 1,62 milhão de toneladas.

Paralelamente, autoridades ucranianas e o USDA preveem aumento na produção de soja e redução na de colza na safra atual em comparação com o ano anterior.

Os preços da colza estavam abaixo do ano anterior, e as expectativas de aumento eram baixas, conforme relatório da UFOP da Alemanha.

Além disso, a escassez de chuvas atrasou o plantio, conforme destacado no relatório de 15 de dezembro.

No entanto, a perspectiva para a produção de sementes de girassol era mais otimista, segundo a pesquisa da Agrarmarkt Informations-Gesellschaft.

Esperava-se que a soja e o girassol fossem mais lucrativos. Isso se deve aos custos mais baixos dos insumos, especialmente no caso da soja.

Fonte: Oils & Fats International

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.