Connecting companies and creating business

Notícias

Marketing Digital como ferramenta de crescimento do agronegócio

Data da publicação: 06/07/2018 Por: Assessoria de Imprensa

É fato que a internet revolucionou a forma do agronegócio se comunicar com a sociedade. Hoje, as empresas do setor conseguem atingir o público-alvo de forma muito mais transparente e direta. O mesmo ocorre com as associações, as cooperativas, as microempresas e os próprios produtores rurais, que estão muito mais conectados e bem informados.

O Brasil é o segundo País com maior uso diário da internet. São mais de 22 milhões de usuários nas redes. Por isso, o mercado é promissor para quem investe em marketing digital atualmente. Estar conectado e marcar presença no mundo virtual são essenciais para o sucesso de qualquer negócio. De acordo com a 7ª Pesquisa Hábitos do Produtor Rural, feita pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), 75% dos produtores têm acesso à internet e usam redes sociais.

De acordo com a economista Juliana Chini, que é formada pela Esalq/USP, mestre em Gestão Internacional pela ESPM e faz Doutorado em Economia Aplicada na Esalq, ainda existe no Brasil um “pré-conceito” de que os produtores rurais não são conectados, mas cada vez mais os estudos comprovam o contrário. Uma pesquisa do Sebrae sobre “Tecnologia da Informação no Agronegócio” mostra que 71% dos donos de microempresas rurais e 85% dos proprietários de empresas de pequeno porte no campo utilizam smartphones para acessar a web, porcentagem maior que o acesso médio da população brasileira à Internet por meio de aparelhos celulares (62%).

O agronegócio, portanto, é o segmento onde o uso da internet mais tem crescido. “Em 2018, espera-se um investimento de 10 bilhões de reais em marketing digital, visto que 93%³ das decisões de compra são influenciadas pelas mídias”, conta Juliana Chini. Para ela, a empresa que oferece produtos e serviços para o produtor precisa estar presente em meios digitais.

Especialista em Marketing Digital, Juliana Chini também é fundadora do Blog da Carne, trabalha com projetos de Marketing e Inteligência no Agronegócio e lançou, recentemente, o curso “Marketing Digital no Agronegócio” pela plataforma de cursos on-line Agro Carreira. “O curso é uma introdução ao marketing digital e como o mesmo pode ser aplicado no agronegócio. O objetivo é trazer todos os fundamentos e conceitos necessários para que os alunos conheçam e possam realizar um planejamento inicial de marketing digital na prática. É ideal para profissionais do setor que precisam implementar estratégias digitais, mas não sabem como começar”, explica.

Para ela, o crescimento futuro do agronegócio passa pelo Marketing Digital. “Há uma frase de Cláudio Torres que diz: ou você fala do seu negócio ou alguém fala por você. Mesmo que a empresa não tenha publicado nada na internet, sempre haverá resultados sobre ela. Então é preciso que haja estratégias para que as empresas se posicionem de forma assertiva nas mídias digitais. E o ideal é que haja uma integração entre o marketing tradicional e digital, utilizando este também como forma de relacionamento. Dessa forma, um Dia de Campo, por exemplo, não dura mais um dia, pois através do contato e interação com o público digitalmente é possível que um evento transcorra o contato pessoal”, explica Juliana Chini.

Além do curso “Marketing Digital no Agronegócio”, o Agro Carreira oferece a capacitação em temas como “Organização, Sistemas e Métodos em Propriedades Rurais”, “Gestão do Tempo para Melhoria da Produtividade no Campo”, “Introdução ao Jornalismo Agropecuário” e “Empreendedorismo Aplicável ao Agronegócio”.

Fonte: PorkWorld Outras notícias

INDICADORES

Valor Var(%) Valor Var(%)
Açucar R$ 52,45/sc 1,31% Algodão R$ 320,82/lp -0,01%
Arroz R$ 44,67/sc 0,38% Bezerro R$ 1,16/cab -0,46%
Boi R$ 146,00/@ 1,78% Café R$ 425,50/sc 2,39%
Milho R$ 41,66/sc -0,07% Soja R$ 91,19/sc 0,13%
Fonte: Cepea - Atualizado em: 24/08/2018

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as novidades.