‘Nova Indústria Nacional’ impulsionará produção de biocombustíveis

'Nova Indústria Nacional' impulsionará produção de biocombustíveis
Imagem: Pixabay

A União Nacional do Etanol de Milho (Unem), que representa a cadeia produtiva do bioetanol de milho e cereais, está otimista com o anúncio de investimentos para fomentar o desenvolvimento da indústria nacional com foco na sustentabilidade e no estímulo à bioeconomia e transição energética.

De acordo com o plano ‘Nova Indústria Nacional’, haverá duas iniciativas que contemplam o setor de bioetanol. Estão previstos:

  • R$ 19,3 bilhões para ampliação das exigências de sustentabilidade de automóveis e para a produção de novas tecnologias de mobilidade;
  • Elevação da mistura do etanol à gasolina de 27,5% para 30%;

Os investimentos terão como meta reduzir emissões de CO2 da indústria em 30%, aumentar biocombustíveis na matriz de transportes em 50% e elevar uso sustentável da biodiversidade em 1% anualmente.

A Unem enfatiza a importância do PL 4516/2023, “Combustível do Futuro”, para a transição energética e redução de emissões, focando em combustíveis renováveis.

Potencial líder na produção sustentável de biocombustíveis

De acordo com o presidente-executivo da Unem, Guilherme Nolasco, o Brasil possui toda uma cadeia de valor vocacionada para produção de biocombustíveis a partir da biomassa, como cana-de-açúcar, e de grãos cultivados na segunda safra de áreas já consolidadas e sem competir com a produção de alimentos.

“As políticas públicas são fundamentais para que o Brasil se torne um protagonista mundial na corrida pela descarbonização, sobretudo da mobilidade. Temos matéria-prima e tecnologia para aumentar a produção sem que seja necessário a abertura de novas áreas. Além disso, a indústria de bioetanol de milho e cereais valoriza excedentes exportáveis, impulsionando renda e desenvolvimento rural e urbano, enfatiza Guilherme Nolasco.

Atualmente, o Brasil possui 22 indústrias de etanol de milho e cereais em operação e cerca de dez projetos com autorização para construção. Na safra atual, 6,02 bilhões de litros de etanol de milho serão produzidos, 17% do total nacional.

Fonte: Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.