ONU pede redução de atrasos na entrega de alimentos pela Iniciativa de Grãos dos Mar Negro



Imagem: Pixabay


De agosto de 2022 até agora, foram exportados 17,8 milhões de toneladas de cereais e outros alimentos que chegaram a 43 países.

As Nações Unidas pediram a todas as partes envolvidas na Iniciativa de Grãos do Mar Negro que ajudem a eliminar as barreiras para reduzir o atraso operacional na distribuição de fertilizantes, cereais e outros alimentos.

{module Form RD}

Em nota, emitida pelo porta-voz do secretário-geral, a ONU lembra que no mês passado, as exportações através dos postos ucranianos no Mar Negro alcançaram um pouco mais de 3,7 milhões de toneladas contra 2,6 milhões em novembro.

China, Espanha e Turquia lideram lista de recipientes

Mas condições desfavoráveis de temperatura tanto nos portos de Odesa como em áreas de inspeção da Turquia retardaram alguns movimentos, na semana passada.

A Iniciativa de Grãos do Mar Negro possibilita a exportação de cereais e fertilizantes produzidos por Ucrânia e Rússia. Até o momento, a China é o primeiro recipiente das exportações, seguida por Espanha e Turquia.

O Centro de Coordenação Conjunta, JCC na sigla em inglês, revela que quase 44% do tripo exportado pela iniciativa foi destinado a países de rendas baixa e média baixa. O Programa Mundial de Alimentos, PMA, comprou 8% do trigo, no ano passado, para apoiar suas operações humanitárias em países afetados pela fome.


Cerca de cinco inspeções por dia

Até agora, foram realizadas 1,3 mil viagens de entrega de alimentos. E existem mais de 100 embarcações em águas territoriais turcas ligadas à iniciativa. Deste total, 32 aguardam inspeção.

Segundo o JCC, a média de inspeção para liberação das viagens é de mais de cinco por dia, mas nas últimas duas semanas, cada navio teve de esperar 21 dias entre a inscrição para integrar a rede de distribuição e a inspeção para receber autorização e zarpar.

A Iniciativa de Grãos do Mar Negro pede a viabilização de uma navegação segura para a exportação dos fertilizantes incluindo de amônia. O transporte de amônia dos portos ucranianos ainda não começou. A ONU lembra que o produto é um material base na produção de fertilizante e é urgentemente necessário para manter os preços mais acessíveis.

Os dois acordos firmados em Istambul, em julho de 2022: a Iniciativa de Grãos do Mar Negro e o Memorando de Entendimento têm como meta fornecer aos mercados globais volumes de grãos e outros alimentos, além de ajudar a manter o preço dos fertilizantes sem aumentos. A iniciativa é importante para evitar uma crise de insegurança alimentar no mundo.

Fonte: Datagro


Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.