Abiove: PIB da soja e do biodiesel em 2023 deve crescer mais de 20%

PIB da soja e do biosiesel em 2023 deve crsecer mais de 20%
Imagem: Pixabay

O PIB total da cadeia da soja e do biodiesel deve crescer 20,72% este ano frente a 2022, conforme levantamento realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE).

O resultado positivo do PIB da cadeia produtiva no segundo trimestre refletiu o desempenho do PIB da agroindústria, em especial, do biodiesel e do esmagamento e refino. Isso trouxe reflexos no mercado de trabalho do segmento agroindustrial. A geração de empregos aumentou 4,63% frente ao mesmo trimestre de 2022. Já as exportações da cadeia registraram recorde de US$ 26,8 bilhões, impulsionadas pelos maiores volumes embarcados, sobretudo do grão e do farelo de soja.

Apesar desse cenário, contudo, em razão do comportamento desfavorável dos preços ao longo do segundo trimestre, a renda real da cadeia poderá recuar 6,23% em 2023, frente a 2022. Além disso, devido a essa pressão negativa, as representatividades do PIB da cadeia no PIB do agronegócio e no PIB brasileiro foram reestimadas para baixo: 24,3% e 5,8%, respectivamente. De todo modo, nota-se que a cadeia produtiva manteve sua elevada dimensão econômica, com o PIB em 2023 estimado em expressivos R$ 637 bilhões.

Mercado de Trabalho

A população ocupada (PO) na cadeia da soja e do biodiesel no segundo trimestre de 2023 foi de 2,32 milhões de pessoas. Analogamente, esse número representa um aumento de 12,26% em relação ao segundo trimestre do ano passado. Já frente ao trimestre imediatamente anterior, houve queda de 3,14%. Isso, contudo, deve refletir a finalização da colheita da soja nas principais regiões produtoras do país. Com isso, as participações da PO da cadeia produtiva na PO do agronegócio e na do Brasil se mantiveram expressivas: 10,07% e 2,34%, respectivamente.

A agroindústria, por sua vez, se destacou frente ao relatório anterior. A população ocupada aumentou 4,63% entre os segundos trimestres de 2022 e de 2023. Essa melhora se deve ao biodiesel e às rações, entre outros fatores.

Comércio Exterior

O segundo trimestre de 2023 registrou recorde nas exportações de produtos da cadeia produtiva, considerando a série histórica iniciada em 2010: US$ 26,8 bilhões. Frente ao mesmo período de 2022, o aumento foi de 10,04% em valor e de 30,88% em volume.

Esse crescimento do valor exportado decorreu dos maiores volumes de soja em grão e de farelo de soja embarcados, apesar da redução do preço dos produtos, de 15,28% e 3,61%, respectivamente.

Na comparação entre os segundos trimestres de 2022 e de 2023, houve decréscimo dos valores enviados para o Oriente Médio (-30,92%), Africa (-27,90%), União Europeia (-11,57%), Leste Asiático (-4,51%) e Sudeste Asiático (-0,30%). Ao contrário, os valores aumentaram para a América do Norte (+100,66%) e China (+21%) – ambos representaram 60,58% das exportações da cadeia no trimestre.

Fonte: Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.