Por que o preço do milho está caindo no Brasil?


Imagem: Pixabay


“O preço FOB de exportação do milho brasileiro está andando de lado faz tempo”

De acordo com os dados divulgados pela TF Agroeconômica, os preços do milho seguem caindo no Brasil e isso se deve, principalmente, aos estoques. “Porque o país tem estoques entre 25-27 milhões de toneladas ainda disponíveis e só precisará de 13,5 milhões até o início da próxima safra. Simples assim”, comenta.

“Isto tira toda a pressão da demanda e coloca a pressão sobre a oferta e baixa os preços. Mesmo que mantenha um ritmo de exportação de 6,7 milhões de toneladas, igual ao volume exportado em setembro, que foi o segundo maior do ano, consumiria apenas 20 MT, restando cerca de 7 milhões para começar a nova safra. Com isto, os compradores internos não precisam aumentar os preços para se abastecer”, completa.

{module Form RD}

Os dados semanais da CFTC registraram que os Fundos liquidaram 57 mil contratos líquidos de compra em milho para um total de 176.831 líquidos em 15/11. “Essa foi a posição líquida mais fraca desde 16/08. Os comerciais também reduziram a exposição, fechando 36,4 mil posições vendidas para um total líquido de 424.628 posições vendidas no fechamento de terça-feira”, indica.

“O preço FOB de exportação do milho brasileiro está andando de lado faz tempo, entre US$ 290-US$300/tonelada, diante da grande disponibilidade da safra atual. Já o preço do milho argentino está caindo, oscilando entre US$ 310-US$ 300/tonelada. Nesta sexta-feira, os preços das duas origens estão se aproximando, fechando a US$ 301 o argentino e US$ 299, o brasileiro. Com a pouca disponibilidade dos nossos vizinhos, a demanda internacional, que estava concentrada na Ucrânia e nos EUA, passou a olhar o mercado brasileiro”, conclui.

Fonte: Leonardo Gottems | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.