Principal meta da FPA para 2020 é melhorar a renda do produtor rural

O setor de carnes teve um volume recorde de exportações em 2019. A associação que representa os frigoríficos exportadores de carne (Abiec), disse nessa terça-feira (10), que o país exportou 1,83 milhão de toneladas; uma alta de 11,3% na comparação com o desempenho de 2018. O mercado internacional chegou à participação histórica de 25% do total produzido pela cadeia produtiva no Brasil.

Segundo o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Alceu Moreira (MDB-RS), o aumento da receita de embarques para o mercado asiático foi puxado pelas carnes bovina, de frango e suína, que geraram US$ 1,6 bilhão, 22,1% mais que o mesmo período de 2018. “As exportações para o mundo a fora está viabilizando a economia da agricultura no Brasil. Um pecuarista que mantinha o boi no pasto (2 hectares) no período de 4 anos para fazer o abate, agora com mais renda ele consegue fazer o mesmo manejo em dois anos – no espaço de 6 metros quadrados da propriedade,” explicou.

Moreira diz que os preços da proteína animal em 2020 devem diminuir em relação a outubro e novembro, quando registrou alta histórica de 34,04% no mês e chegou a R$ 228,80 o preço da arroba do boi, mas deve seguir em alta em relação ao período de janeiro e setembro – quando a carne estava a mais de 10 anos sem aumento. “Não vai ficar nos patamares do momento de oscilação maior (outubro e novembro), mas não vai voltar aos preços de antes. O preço da carne vai encontrar um ponto de equilíbrio”, completou.

“Não adianta nós segurar toda inflação, ter alimento barato e com isso ter que endividar produtor para fazer o manejo do rebanho. Estamos vivendo um momento de crescimento no agro brasileiro e precisamos de renda, com isso vai ser mais carne na mesa do consumidor e o impacto vai chega até o fortalecimento do pé da pirâmide (agricultura) com alta nos índices do PIB da economia do país,” finalizou o deputado.

China puxa bom desempenho – no acumulado entre janeiro e novembro, o Brasil exportou para o país asiático 410.444 toneladas – crescimento de 39,5% em relação ao registrado em igual período de 2018. “A China puxou a fila do bom desempenho, o Brasil enviou a proteína animal para 154 países,” disse Antônio Jorge Camardelli, presidente da Abiec.

Em 2019, a cada 100 quilos de carne brasileira embarcada para o exterior, 24,5 quilos foram destinados aos chineses. Já em receita, o aumento foi de 59,75%, chegando a US$ 2,171 bilhões. “A alta se intensificou a partir de outubro e tem a ver, em parte, com o problema sanitário que atingiu a criação de suínos no país,” enfatizou Camardelli.

Exportações em 2020 – a projeção da Abiec para o ano que vem é que os volumes exportados avancem 13% e cheguem assim a 2,067 milhões de toneladas. Já o faturamento pode crescer 15%, com receita de US$ 8,5 bilhões.

Segundo o Ministério da Agricultura mais 13 plantas frigoríficas brasileiras oram habilitadas no país, em novembro, para vender carnes ao mercado internacional. Foram habilitadas cinco plantas de carne bovina, cinco de suínos e três de aves. “Temos tudo para entregar ao mundo nossa produção,” disse a ministra, Tereza Cristina.

Os cinco frigoríficos de carne suína estão no Rio Grande do Sul, além de uma unidade de carne bovina. São Paulo e Mato Grosso tiveram, cada um, duas unidades habilitadas pelos chineses. Os demais frigoríficos que podem exportar para a China ficam em Goiás, no Mato Grosso do Sul e no Paraná.

Fonte: DATAGRO
Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários. *Estamos de férias coletivas e voltaremos às atividades dia 04/01/2024. Boas festas!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.