Produtor de ovos tem melhor desempenho sobre o varejo em junho

Embora a receita da segunda semana tenha refluído em relação à semana inicial do mês, as carnes fecharam a primeira quinzena de julho (1 a 15, dez dias úteis) com o melhor desempenho financeiro dos últimos 13 meses, já que obtiveram receita média diária de US$63,723 milhões, valor 3,7% e 16% superior aos registrados em, respectivamente, junho passado e julho de 2016.

 

Projetados os atuais volumes para a totalidade do mês (21 dias úteis), o melhor desempenho em relação ao mês anterior recai soEm junho o produtor de ovos paulistano recuperou parte das perdas enfrentadas em maio. De toda forma, ainda permaneceu com preços abaixo do bimestre março-abril. O incremento mensal alcançou 4,8% enquanto em doze meses obteve índice um pouco inferior, de 2,1%.

Na outra ponta, ou seja, no varejo paulistano, houve redução de 1,5% no índice mensal. De toda forma, na evolução em doze meses o índice foi positivo em 3,8%.

 

Com uma boa evolução nos preços dos ovos ao produtor e retração nos preços do mercado varejista houve melhora na participação favorável ao avicultor de postura: era de 42,3% em maio e subiu para 45% em junho. Já na comparação com junho do ano passado a evolução dos preços no varejo foi maior do que na granja. Dessa forma, houve pequena perda na participação do produtor.

 

 

Em julho os preços médios alcançados na primeira quinzena indicam pequena queda na participação do avicultor, mas ainda equivalem a mais de 43% sobre o varejo.bre a carne de frango, que tende a aumentar perto de 7% e aproximar-se das 367 mil toneladas. Carne suína e carne bovina sinalizam índices de expansão muito próximos entre si – 3,75% e 3,45%, respectivamente, com o que chegariam às 56 mil e 103,7 mil toneladas, também respectivamente.

Já em relação a julho de 2016, é da carne bovina a melhor perspectiva. Porque o volume ora apontado para julho corrente é 26% superior ao de um ano atrás. Para as carnes de frango e suína os volumes previstos implicam em aumento de 14,17% e 7,17%, respectivamente.

Fonte: Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.