Produtores de soja tiveram 1º quadrimestre com resultado financeiro positivo

O primeiro quadrimestre de 2020 apresentou resultado financeiro positivo para os produtores de soja do Brasil, segundo os principais indicadores levantados pela Consultoria DATAGRO, e ficou parcialmente semelhante ao que foi observado no mesmo período do ano anterior. O levantamento analisou os preços médios praticados, a lucratividade bruta e a rentabilidade obtida pelos sojicultores.

Até o momento, a média dos preços da soja no período analisado no Brasil está até 23% acima dos excelentes resultados observados em igual momento de 2019, inclusive com recordes. Passo Fundo (RS), por exemplo, registrou média de R$ 90,05 por saca de 60 kg no quadrimestre. No comparativo feito em dólares, há variação de +1 a -3% entre as médias de 2020 das praças verificadas sobre o último ano.

“Até este momento, as cotações garantem resultados positivos de renda a grande parte dos produtores. Exceção feita aos produtores que tiveram perdas com o clima, com destaque negativo para os estados de Santa Catarina e, especialmente, Rio Grande do Sul. Como os preços vêm evoluindo para cima de forma gradativa e quase linear, o fluxo de comercialização também vem avançando nesse ritmo, com os produtores aproveitando bem a cada pico de preços observado”, afirma Flávio Roberto de França Junior, coordenador da DATAGRO Grãos.

Nas análises de lucratividade, que medem a relação bruta entre a receita média obtida e o custo de produção, a parcial do ano mostra que os produtores brasileiros também mantêm cenário positivo pelo décimo quarto ano consecutivo, com resultados até melhores do que em 2019. A maioria dos estados apresentou melhora da produtividade média em relação à safra passada. No Oeste do Paraná, a lucratividade bruta parcial é de 48% ante 33% em 2018/19.

A terceira variável é de rentabilidade financeira, que considera a soja como opção de investimento. Ela também apresenta desempenho positivo e estimulante ao cultivo da soja na parcial do quadrimestre. Entre janeiro e abril de 2020, a soja no mercado físico teve rentabilidade média de 9,38%, já descontada a inflação de -0,20% (índice IPC da Fipe). No mesmo período, em 2019, a média brasileira estava em -6,85%.

“Com exceção do Ibovespa, todos os investimentos tiveram evoluções no desempenho sobre igual período do ano passado”, ressalta França. O Ibovespa no período acumula perdas de 30,52% na B3, o dólar comercial ganhos de 35,39% e a poupança tem alta de 0,78%.

Fonte: DATAGRO

LEIA TAMBÉM:

{module 441}

{module 442}

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.