fbpx
USD/BRL:
PT | EN | ES |      

[Artigo] A Importância da Argila/ Terra Clarificante nos Processos de Branqueamento

A argila/terra clarificante é um minério à base de bentonita, que contém minerais do grupo esmectita. A sua forma mais comum, em termos geológicos, é a montmorilonita. Ela possui propriedades particulares de grande área superficial e fortes propriedades de ligação, que contribuem para um excelente desempenho.

A argila serve para a remoção de compostos indesejáveis de óleos vegetais, animais e minerais, que atrapalham seus processos subsequentes, como: desodorização, produção de gorduras e margarinas, sabões e sabonetes etc. Ela atua como um mecanismo de adsorção de compostos, como: cor (betacaroteno), clorofila, metais, peróxidos, sabões e fósforo. Podendo ser natural ou acidamente ativada. Argilas naturais são comumente utilizadas em processos de óleos de palma, algodão e milho, argilas ativadas são comumente utilizadas em processos de óleos de soja, canola, girassol e milho, além de sebo animal.

Quando se trata de argilas ativadas, elas contribuem para uma melhor retirada de cor, 
clorofila, sabões e fósforo. Argilas naturais são utilizadas em casos onde a acidez residual não é permitida, além de contribuir para a não formação de compostos como 3-MCPD em óleo de palma. A utilização da argila no processo de clarificação traz vantagens como a melhora de estabilidade oxidativa e menor reversão de cor nos óleos vegetais e animais, consequentemente, melhorando os processos de desodorização, fabricação de gorduras e sabonetes.

As inovações com as argilas Clarigel CA e Clarigel RPAP. A Clarigel CA atuando de maneira forte nos processos de soja e canola, dando ênfase à retirada de clorofila em momentos críticos das safras. A Clarigel RPAP visa o benefício de melhora de filtração no processo de clarificação de óleo de palma, além de evitar a contaminação do óleo por 3-MCPD, já que a argila não é ativada. Ambas as argilas auxiliam na redução de dosagem, garantindo um maior ciclo de filtração e menor perda de óleo. 

Autor: Rodolfo Gasparetto Manzoli, Consultor Técnico da Buntech.



As Leia mais sobre as inovações dos processos de branqueamento na reportagem da última edição da revista Óleos & Gorduras: 



 ACESSE A REPORTAGEM