Safra de trigo do Paraná fica 26% abaixo do esperado

Após uma série de adversidades climáticas, incluindo geadas, estiagens e chuvas em excesso, a safra de trigo do Paraná deste ano deve fechar quase 1 milhão de toneladas abaixo do inicialmente projetado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Departamento de Economia Rural do Estado (Deral).

 

O Estado, principal produtor brasileiro de trigo, deverá colher em 2016/17 quase 2,3 milhões de toneladas do cereal, segundo o órgão vinculado à Secretaria de Agricultura paranaense. Em agosto, a estimativa era de 2,6 milhões de toneladas e, antes dos problemas com o clima, de 3,1 milhões de toneladas.

 

 

Na safra 2015/16, a produção de trigo no Paraná foi de 3,48 milhões de toneladas, uma de suas maiores colheita.

 

O Paraná responde por boa parte da produção de 5,2 milhões de toneladas esperada em 2017 pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para todo o país, que importa a maior parte de suas necessidades.

As adversidades começaram em julho, quando fortes geadas afetaram 30 por cento da área suscetível a perdas. No início de agosto, a seca agravou as perdas, enquanto chuvas no começo da colheita pioraram ainda mais a situação.

A nova estimativa do Deral leva em consideração uma produtividade de 2,40 mil toneladas de trigo por hectare, em uma área de 962 mil hectares --até o momento, a colheita chega a 65 por cento.

Fonte: Agrolink