Acordo Mercosul - UE pode gerar ganhos de US$ 70 Bi para as cooperativas

O acordo Mercosul-União Europeia pode gerar ganhos de US$ 70 bilhões com a exportação de produtos gerados por cooperativas, com 98% deste valor concentrado no ramo agropecuário, projeta a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). As maiores oportunidades estão concentradas nos embarques de carnes (US$ 12 bilhões, principalmente para carne de frango), açúcar (US$ 9 bilhões) e milho (US$ 4 bilhões).

As cooperativas produtoras de café, rações, sucos, frutas, especiarias, mel e algodão também serão beneficiadas. Contudo, o acordo traz, segundo a OCB, pontos de atenção para as cooperativas focadas em vinhos, lácteos, trigo e malte.

Importação

Na importação, o potencial de venda dos produtos de cooperativas da União Europeia para o Brasil também se aproxima de US$ 70 bilhões, sendo 70% no agronegócio. A inclusão de produtos como fertilizantes ou maquinário europeu no acordo de livre-comércio, e a possível autorização de participação de prestadores europeus de serviços na economia brasileira, podem reduzir o custo de produção no campo e nas cidades brasileiras. Cooperativas de transportes, consumo, infraestrutura e saúde, por exemplo, podem ter os custos de compra de seus insumos reduzidos pelo tratado.







Postagem: Marina Carvejani
Autor: DATAGRO
Fonte: DATAGRO