China derruba restrições sobre importações de aves dos Estados Unidos

por Marina
A China informou, através da Administração Geral das Alfândegas e o Ministério da Agricultura e dos Assuntos Rurais do país, que suspendeu as restrições de importações de aves e produtos do ramo dos Estados Unidos.

A medida começa imediatamente após quatro anos de proibição, com início em 2015 por conta do surto na época de gripe aviária nos Estados Unidos. Depois da decisão, autoridades norte-americanas estimam incremento de US$ 1 bilhão nas exportações.

"A China é um importante mercado de exportação para os criadores de aves da América, e estimamos que agora eles poderão exportar mais de 1 bilhão de dólares em aves e produtos avícolas a cada ano para a China", disse o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, em comunicado.

Em briefing nesta quinta-feira (14), o porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, disse que seu país está em discussões profundas com os Estados Unidos para a primeira fase do acordo comercial e que o cancelamento de tarifas seria uma condição importante para o pacto.




Fonte: DATAGRO