China toma medidas para garantir qualidade dos produtos exportados para prevenção epidêmica

A China tomou medidas para fortalecer o controle de qualidade sobre as exportações de suprimentos médicos, recebendo apoio do país e do exterior, anunciou neste domingo (27) o diretor do departamento de comércio exterior do Ministério do Comércio, Li Xingqian, informa a agência “Xinhua”. 

A pasta tem trabalhado com outros departamentos do governo para reprimir as exportações de produtos falsificados e de má qualidade e outros comportamentos que perturbam a ordem do mercado e da exportação, disse ele em uma coletiva de imprensa.

Até sábado (25), 74 países e regiões e seis organizações internacionais tinham fechado contratos com a China para comprar 192 lotes de suprimentos médicos, avaliados em US$ 1,41 bilhão.

As exportações chinesas de suprimentos de prevenção epidêmica aumentaram significativamente nos últimos meses. Dados alfandegários mostraram que o valor dessas exportações atingiu 55 bilhões de yuans (US$ 7,77 bilhões) desde o mês passado.

O governo chinês sempre tem prestado assistência à comunidade internacional de várias formas para combater a epidemia do coronavírus, lembrou Li, prometendo mais esforços para garantir a qualidade da exportação de materiais de prevenção epidêmica.



Fonte: DATAGRO




LEIA TAMBÉM