USD/BRL:
PT | EN | ES |      

Comercialização da soja avança em abril e atinge 80,6% em 2019/20 e 28,2% em 2020/21 no Brasil

por Marina
A comercialização da safra 2019/20 de soja no Brasil atingiu 80,6% da produção esperada até o dia 8 de maio, com 97,72 milhões de toneladas, superando o recorde de 2016 de 67,7%, e também acima da média histórica de 60,1%, segundo levantamento mensal da Consultoria DATAGRO. Os produtores acompanharam preços impulsionados pelo câmbio durante abril. No último levantamento, os negócios estavam em 71,5%. A comercialização antecipada da safra 2020/21 também registrou avanço e chegou a 28,2% da produção.

“O esperado comportamento positivo médio dos preços foi confirmado, e novamente com sobras, com novos recordes alcançados. E a forte melhora das cotações, gerada especialmente pela explosão da taxa de câmbio, e também com prêmios firmes, fez com que os produtores retomassem o interesse de venda. Aproveitando um momento de forte interesse comprador, notadamente com destino à exportação”, explica Flávio Roberto de França Junior, coordenador da DATAGRO Grãos.

Os dados de negócios da safra 2020/21 de soja, com 28,2% de compromissamento antecipado pelos produtores brasileiros, também mostram um recorde para o período, ficando muito superior ao anterior de 12% de 2016 e da média de cinco anos de 6,7% da produção. No último mês, os negócios atingiam 19,9%. Considerando o exercício estatístico com projeção de produção da safra nova em 128,90 milhões de t, teríamos 36,39 milhões de t comercializadas antecipadamente pelos produtores brasileiros

Comercialização do milho no Brasil

A comercialização do milho de verão da safra 2019/20 no Centro-Sul do Brasil também avançou forte nas últimas semanas e atingiu 66,4% da produção esperada até o dia 8 de maio, segundo a Consultoria DATAGRO. Esse fluxo de negócios fica acima da média histórica de 47% e representa um avanço de mais de 18 pontos percentuais ante abril (48,2%), com negócios generalizados, principalmente na primeira parte do mês, antes dos preços entrarem em queda.

As vendas da safra de inverno 2020 no Centro-Sul do país avançaram para 56% levando em conta os dados das últimas semanas. Embora em ritmo menor do que os negócios com a safra de verão, a comercialização com a safra de inverno está mais avançada em relação aos 44% de igual momento do ano passado e da média de cinco anos 42%. Mas atrás do pico de 2016 de 59%. No mês anterior, o percentual compromissado pelos produtores atingia 51%, segundo números revisados pela DATAGRO.



Fonte: DATAGRO


LEIA TAMBÉM: